Ir para o conteúdo

Amazonas aumenta em mais de 60% das coberturas vacinais de rotina

O aumento é referente ao período de janeiro e outubro de 2023

A cobertura vacinal no Amazonas aumentou 66,6% em 2023. Houve aumento na imunização de 8 dos 12 imunizantes de rotina disponíveis nos postos de vacinação do estado. Apesar do aumento, a Secretaria de Estado e Saúde do Amazonas (SES-AM), por meio da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Dra Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), alerta para a necessidade de a população continuar buscando a imunização para manter o esquema vacinal em dia.

Os dados foram divulgados pelo Ministério da Saúde, por meio do Programa Nacional de Imunizações (PNI), e representam os meses entre janeiro e outubro de 2023. As vacinas que apresentaram aumento das coberturas cobertura foram Rotavírus (80,8%), Pentavalente (79,9%), Poliomielite (80,7%), Tríplice viral - dose 1 (85,9%), Tríplice viral - dose 2 (62,1%), Hepatite A (79,8%), Varicela (71,9%) e Febre Amarela (67,7%).

Tatyana Amorim, diretora-presidente da FVS-RCP, ressalta o papel fundamental dos profissionais de saúde para a ampliação das coberturas vacinais. “Seguimos enfrentando os desafios para a imunização e confiamos em cada profissional de saúde que faz parte dessa rede de imunização. Também contamos com o apoio da população para buscar a vacinação”, destaca Tatyana.

Angela Desirée, coordenadora estadual do PNI na FVS-RCP, pontua que é preciso manter o ritmo de vacinação no estado. “É de extrema importância que os números da cobertura vacinal estejam aumentando no estado, mas temos que continuar dessa forma para não aumentar os números de casos dessas doenças”, disse Angela.

Outros imunizantes

Também fazem parte do esquema vacinal básico os imunizantes contra a BCG (109,2%), Hepatite B (61,1%), Pneumocócica 10 (83,4%) e a Meningocócica C (79,1%) que apresentam redução ou estabilidade em relação ao ano de 2022.

Já a vacinação de tetra viral apresentou cobertura de 0%. Especificamente para esse imunizante, houve desabastecimento no país em 2023 e, no Amazonas, cada um dos 62 municípios avaliou a necessidade local com a realização de estratégias para alcance das coberturas vacinais, priorizando populações de risco.

Coberturas em 2022

As coberturas vacinais de 2022 dos 12 imunizantes de rotina foram: BCG (117,2%), Rotavírus (71,9%), Hepatite B (78,6%), Pneumocócica 10 (86,8%), Meningocócica c (80,4%), Pentavalente (78,6%), Poliomielite (77,4%), Tríplice Viral - dose 1 (78,9%), Tríplice Viral - dose 2 (48,7%), Tetraviral (12,6%), Hepatite A (71,4%), Varicela (60,4%), Febre amarela (62,1%).

Vacinação de rotina

São ofertadas as seguintes vacinas na rotina: BCG (contra a tuberculose); Polio (contra poliomielite/paralisia infantil); Pentavalente (contra a difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e contra a Influenza B); Rotavírus (contra o rotavírus);Febre Amarela (contra a Febre Amarela); Mening C (contra meningite C); Pneumo 10 (contra pneumonia, meningite, otite); Tríplice Viral (contra sarampo, caxumba e rubéola);Tetra viral (sarampo, caxumba, rubéola e varicela);Hepatite A (contra Hepatite A); Varicela (contra Varicela) e Covid-19.

PNI

No Amazonas a vacinação é coordenada pela Gerência de Imunização (GEIM) da FVS-RCP que oferta visitas técnicas, capacitação para os profissionais de saúde dos municípios, supervisão nas salas de vacinação, rede de frio municipal, treinamento em serviço, ações de educação em saúde e vacinação extra muro. O armazenamento e distribuição das doses de vacinas para os municípios é realizado no Centro de Armazenamento de Imunobiológicos do Amazonas na sede da FVS-RCP.

Publicidade TCE
Publicidade CIESA
Publicidade UEA

Mais Recentes