Ir para o conteúdo

Bolsa Família: 280 mil beneficiários devem atualizar informações de saúde em Manaus

O aviso é direcionado aos responsáveis por crianças de até sete anos de idade e às mulheres de 14 a 44 anos, que precisam buscar o serviço de saúde até o dia 31/12

O acompanhamento em saúde precisa ser feito uma vez a cada semestre

A Prefeitura de Manaus alerta aos beneficiários do programa Bolsa Família que ainda não fizeram seu acompanhamento de saúde neste segundo semestre, para que priorizem esta tarefa. O aviso é direcionado aos responsáveis por crianças de até sete anos de idade e às mulheres de 14 a 44 anos, que precisam buscar o serviço de saúde até o dia 31/12, data limite para que os atendimentos sejam atualizados. O acompanhamento em saúde precisa ser feito uma vez a cada semestre, visto que esta é uma das condições estabelecidas pelo Ministério da Cidadania para que o benefício seja mantido.

“Essa articulação do Ministério da Cidadania com a área da saúde tem o objetivo fortalecer as ações de prevenção e promoção à saúde para mulheres e crianças, por isso estamos sinalizando a importância de buscar as unidades. Quando o beneficiário não comparece a uma UBS, recebe uma notificação do Ministério da Cidadania e se ficar por mais de uma vigência sem esse acompanhamento, corre o risco de perder o benefício do Bolsa Família”, esclarece a chefe do Núcleo de Alimentação e Nutrição da Semsa, nutricionista Lia Ferreira.

Lia reitera que o atendimento a esse público é acompanhado em duas vigências anuais, sendo que a primeira ocorre de janeiro a junho e a segunda, de julho a dezembro. Na atual vigência de um total de 342.148 usuários a serem acompanhados, apenas 60.498 realizaram os seus acompanhamentos nas unidades da Semsa até o dia 1º/9.

Ao buscar as unidades, os usuários devem apresentar documento de identidade com foto, CPF e Cartão Nacional de Saúde (CNS), cartão da gestante, caderneta de vacinação e documentos complementares conforme o caso, para que a equipe de saúde avalie o usuário.

“As crianças de até sete anos têm seu peso e altura analisados, bem como o cartão de vacina, entre outros indicadores do crescimento infantil. Temos 123.461 crianças menores de 7 anos, das quais foram acompanhados somente 10.605”, comenta Lia.

As mulheres de 14 a 44 anos, são encaminhadas para a realização do exame preventivo do câncer do colo do útero, conforme a necessidade. Os profissionais de saúde também verificam se o cartão vacinal está atualizado e realizam a pesagem, ações que constam do conjunto de cuidados que são condicionantes para o recebimento do benefício.

Os usuários que recebem o Bolsa Família podem fazer a atualização do seu acompanhamento em qualquer unidade de saúde da rede de atenção básica. A lista com endereços e horários de funcionamento das unidades está disponível no site da Semsa (semsa.manaus.am.gov.br).

Publicidade BEMOL
Publicidade ATEM
Publicidade TCE
Publicidade UEA

Mais Recentes