Ir para o conteúdo

Botânica Office, primeiro edifício 100% biofílico da Amazônia, está sendo erguido em Manaus

Edifício é fruto da parceria entre a construtora e incorporadora amazonense Engeco e a Troost + Pessoa Architects

O Botânica Office

Lançado em maio de 2023, o Botânica Office, pioneiro Business Center da Amazônia inspirado no conceito biofílico, está com obras em ritmo acelerado na avenida Darcy Vargas, parque 10, Manaus. A grandiosidade da arquitetura disruptiva, que integra a natureza às pessoas e ao ambiente de negócios, desde a fachada com vegetação até as áreas internas de contemplação, traz toques de originalidade e inovação.

Fruto da parceria entre a construtora e incorporadora amazonense Engeco e a Troost + Pessoa Architects, o novo empreendimento, no segmento de prédios comerciais verticais em Manaus, diferencia-se de tudo o que já foi construído.  “É lindo, segue uma tendência global e vai se tornar referência em Manaus, até mesmo uma atração turística nos moldes do que temos hoje em grandes cidades do exterior”, afirma Elias Ayres, Gerente Comercial da Engeco.

O entusiasmo com o empreendimento é grande. Há apenas 7 meses de seu lançamento, 35% das 212 unidades já foram comercializadas. “É um empreendimento projetado para associar os benefícios de estar próximo à natureza, o bem-estar, a funcionalidade, a convivência e momentos de relaxamento do estresse da jornada”, diz Ayres. “Trata-se de uma estrutura exclusiva para a instalação de escritórios, consultórios e outros negócios”, destaca.

De acordo com o arquiteto Laurent Troost, que, junto com Vitor Pessoa, assinam o projeto, o Botânica Office foi pensado durante a pandemia e acolheu uma tendência mundial que é proporcionar espaços que permitam aos usuários a proximidade com a natureza e com as outras pessoas. “O Botânica Office, com sua fachada de plantas trepadeiras filtrando a luz da tarde, conecta todos os usuários do prédio com a cidade, ele foi concebido como extensão do espaço público para fomentar encontros sociais e corporativos formais ou informais”, explica Troost.

“Estamos trazendo para Manaus o que há de mais inovador e que é trabalhado hoje nas grandes metrópoles como Nova York e Cingapura. Uma arquitetura autoral diferenciada”, diz Vitor Pessoa.

Diferenciais – Como o primeiro prédio 100% biofílico da Amazônia, o que primeiro chama a atenção é a fachada que oferece, além da beleza, conforto térmico e lumínico; redução do consumo de energia (com iluminação e ar-condicionado); e incidência de luz filtrada, garantindo maior visibilidade e redução artificial de luz.

“Esse tipo de vegetação se adapta muito bem ao clima de Manaus. Teremos uma floreira a cada três metros, inclusive com uma irrigação com gel que já traz os nutrientes e é muito mais benéfico”, explica Troost.

O paisagismo, com várias espécies de plantas únicas, é outro ponto a ser destacado. O edifício conta com varandas públicas em cada pavimento, múltiplas áreas de convivência, Rooftop com visão privilegiada e integração com a cidade.

Com salas que vão de 32m² a 132,98m² e lajes corporativas de 488,40m² a 884,52m², o Botânica Office oferece estrutura privilegiada e inovadora: salas com varandas privativas, dois pavimentos e pé direito duplo, vista panorâmica nas salas de esquina, esquadrias do piso ao teto.

A área comum é outro diferencial. Lobby com pé direito duplo, circulação e hall de elevadores com janelas para a cidade em todos os pavimentos, garantindo qualidade visual e conforto, térreo com espaço público de integração e recreação, previsão para espaços comerciais, vagas de bicicleta com banheiro exclusivo para os ciclistas.

Sobre a Engeco – A Engeco é uma construtora e incorporadora com 38 anos de atuação no mercado imobiliário. Foi fundada por Maury Guerreiro e Porfírio Saldanha e tem se destacado por oferecer empreendimentos comerciais e residenciais de alto padrão e exclusivos.

Sobre a Troost + Pessoa Architects - É a parceria entre o belga Laurent Troost e o brasileiro Vitor Pessoa, arquitetos que trabalham com o conceito integralista, focado no diálogo entre arquitetura e natureza. Troost é responsável pelo projeto de restauração do Casarão da Inovação Cassina, que recebeu o prêmio Oscar Niemeyer de Arquitetura Latino-Americana, entre outros.

Publicidade TCE
Publicidade CIESA
Publicidade UEA

Mais Recentes