Ir para o conteúdo

Câmara Cidadã vai oferecer serviços para área ribeirinha de Manaus

Ação leva atendimentos gratuitos em áreas como cidadania, saúde, social, jurídico e lazer; além de dar voz aos comunitários através da Tribuna Popular

Em 2023, foram realizadas três edições da ação

Projeto da Câmara Municipal de Manaus (CMM), a Câmara Cidadã, será ampliada e levada para pontos mais distantes da capital amazonense e áreas ribeirinhas. Ação leva atendimentos gratuitos em áreas como cidadania, saúde, social, jurídico e lazer; além de dar voz aos comunitários através da Tribuna Popular.

Em três edições, no estádio Carlos Zamith (zona leste); Centro Cultural dos Povos da Amazônia (zona sul); e Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola (zona norte); foram montadas estruturas grandiosas, com planejamento voltado à acessibilidade, estacionamento, local amplo e seguro para atender a demanda de serviços.

De acordo com a CMM, a data para uma nova edição da Câmara Cidadã deve ser divulgada em fevereiro, após a abertura dos trabalhos legislativos.

Gabinetes Rotativos
Nos três eventos, vereadores da 18ª Legislatura atenderam em gabinetes rotativos, ouvindo e acolhendo demandas da população.

“Na rua que eu moro tinha muitos buracos, e isso dificultava o nosso dia a dia. E no gabinete rotativo eu pude levar esse problema para os vereadores. Minha rua foi recapeada, e estamos muito felizes com isso. Sou muito grata à Câmara Municipal, aos vereadores que me ouviram, e ao projeto”, disse a comunitária Maria Izilda, moradora da Cidade Nova.

Tribuna Popular
Também realizada nas três edições de 2023, a Tribuna Popular é fundamental no projeto. A população é ouvida por todos os parlamentares presentes no evento, e as reivindicações direcionadas a uma equipe especializada da Casa Legislativa, para que tomem encaminhamento e sejam atendidas.  

“Eu me sinto honrada em ter sido ouvida na Tribuna Popular. Um pedido meu foi atendido. Hoje a gente tem duas UBSs, que atendem a nossa comunidade do Riacho Doce 3. Hoje em dia é muito difícil a gente ser atendida, mas com esse projeto (Câmara Cidadã) eu tive êxito”, afirmou Dilce Maria, líder comunitária do Riacho Doce 3.

Publicidade TCE
Publicidade UEA
Publicidade CMM

Mais Recentes