Ir para o conteúdo

Condutor de BMW que matou motociclista dirigia carro sem permissão

O acidente vitimou Miguel Oliveira dos Reis, 29, no dia 1º de janeiro.

Empresa garantiu que dará todo o apoio às investigações

A Concessionária Amazon emitiu nota de esclarecimento, nesta terça-feira (2), sobre o acidente que vitimou o motociclista Miguel Oliveira dos Reis, 29, no dia 1º de janeiro, no cruzamento das avenidas Coronel Teixeira e São Jorge. Segundo a concessionária, o funcionário da empresa não tinha autorização para retirar o veículo.

Ainda em nota, a empresa garantiu que dará todo o apoio às investigações e às vítimas do acidente.

"A Concessionária Amazon gostaria de vir a público esclarecer um episódio infortúnio que aconteceu na manhã do  dia 01 de janeiro. Na ocasião, um veículo da empresa foi usado sem autorização e se envolveu em um acidente com vítimas. A empresa gostaria de ressaltar que, mesmo tendo o veículo sido retirado sem permissão, dará todo o apoio necessário às investigações e as vítimas do acidente. Gostaríamos, ainda, de nos solidarizar com os familiares e  amigos das vítimas nesse momento tão delicado", diz a nota.

Durante o acidente, o condutor do carro colidiu com um poste que caiu em cima do motociclista de aplicativo e garupa. As vítimas ficaram caídas no chão. O poste atingiu o meio da motocicleta, que ficou presa em baixo da estrutura. Militares do Corpo de Bombeiros foram acionado para atender a ocorrência.

Publicidade TCE
Publicidade CIESA
Publicidade UEA

Mais Recentes