Ir para o conteúdo

Defesa pede liberdade de Lucas Picolé, alegando que ele pensa em se suicidar

Suspeito de comandar um esquema fraudulento de sorteios de rifas, o influenciador está preso desde janeiro deste ano por descumprir medidas judiciais.

Na quarta-feira (15), o perfil do influenciador fez uma publicação como se ele estivesse prestes a ganhar liberdade

A defesa do influencer João Lucas da Silva Alves, o Lucas Picolé, entrou com um pedido de liberdade provisória na Justiça do Amazonas, na terça-feira (14). Os advogados alegaram no pedido que Lucas “pensou em tirar a própria vida”.

Suspeito de comandar um esquema fraudulento de sorteios de rifas, o influenciador está preso desde janeiro deste ano por descumprir medidas judiciais.

“O acusado até pensou em tirar sua própria vida. Já basta toda humilhação e exposição de sua vida pessoal e de saúde nas redes sociais, até mesmo publicações com vazamento criminoso de informações processuais do seu estado de saúde. Basta, Excelência! Suplicamos que permita que João Lucas possa ter sua liberdade restituída”, alega a defesa.

Em abril, a juíza Aline Lins, da 4ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), solicitou da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) informações sobre as condições de detenção de Picolé e se ele tem contato com os outros detentos do Centro de Detenção Provisória Masculino), na rodovia BR-174. A defesa de Lucas Picolé diz que ele ficou isolado em uma cela para presos doentes desde à prisão.

Na quarta-feira (15), o perfil do influenciador fez uma publicação como se ele estivesse prestes a ganhar liberdade.“A glória da segunda-feira casa será maior do que a primeira. Fatura na favela. Esse sempre irá ser nosso lema! Agradeço muito a Deus por tudo e vocês que sempre estiveram comigo desde o início e sabe minha essência. Estou distante, mas tô chegando, muitos desacreditaram de nós, muitos nos humilharam”, publicou o perfil de Lucas Picolé.

Publicidade ENEVA
Publicidade ATEM
Publicidade TCE
Publicidade BEMOL
Publicidade UEA

Mais Recentes