Ir para o conteúdo

Deputada Débora Menezes será investigada pelo MPAM por interferência na Polícia Civil

Com atuação questionável na ALEAM, Debora passou a participar de ações da Polícia Civil para vincular imagem à segurança

Delegada reclamou de interferência da deputada - Reprodução da Arte: Abraão Torres/ Rios de Notícias

O Ministério Público do Amazonas (MPAM) deve apurar a participação da deputada estadual Débora Menezes (PL) em ações da Polícia Civil do Estado, como operações e entrevistas coletivas.

De acordo com uma investigação preliminar, constatou-se "a presença renitente e confirmam a presença marcante, destacada e inusitada de uma parlamentar (e somente ela, do Poder Legislativo), a deputada estadual Débora Menezes, em diversas entrevistas coletivas referentes a ações da Polícia Civil em casos de grande repercussão envolvendo crimes sexuais contra crianças e adolescentes, inclusive compondo a bancada de autoridades entrevistadas e comparecendo a locais de execução de prisões e realização de ações policiais".

A investigação foi iniciada após notícias veiculadas nas mídias sociais dando a entender que a Delegada Joyce Coelho, da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente, decidiu colocar o cargo à disposição da administração da Polícia Civil por causa de interferência política.

O promotor do caso, Armando Gurgel Maia, solicitou ao delegado-geral da Polícia Civil que apresente as ocorrências e operações em que Débora participou. Foi solicitado também que a delegada Joyce Coelho esclareça, também em 5 dias úteis, quais os eventos, fatos e circunstâncias que ela considera como interferência política e que a fizeram colocar o cargo à disposição.

Postagem do Twitter
Publicidade ENEVA
Publicidade ATEM
Publicidade TCE
Publicidade BEMOL
Publicidade UEA

Mais Recentes