Ir para o conteúdo

Dono da Logos Veículos é acusado de dar calote em clientes e sumir de Manaus

De acordo com informações da Polícia Civil do Amazonas, pelo menos seis pessoas já compareceram a Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DERFV)

Delano Delfino da Silva
Delano Delfino da Silva

O empresário Delano Delfino da Silva, 75 anos, dono da Logos Veículos, com mais de 25 anos de atuação em Manaus, está sendo alvo de denúncias de diversas pessoas que fecharam contratos com a empresa para o serviço de venda de veículos e alegam não ter recebido o dinheiro da negociação. A matéria é do site AM Post.

De acordo com informações da Polícia Civil do Amazonas, pelo menos seis pessoas já compareceram a Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DERFV) para registrar Boletim de Ocorrência e colaborar com o início das investigações.

Ainda segundo a PC-AM, uma das vítimas teve prejuízo de R$86 mil, referente a venda de veículo. A vítima alega que foi fechado um contrato onde foram estipulados três prazos para o pagamento do dinheiro referente a venda do veículo mas nenhum foi cumprido.

Nesta semana os clientes desconfiaram do calote, foram até a sede da empresa e se depararam com o lugar quase vazio. Segundo a Polícia, o empresário teria deixado a capital amazonense.

De acordo com informações, o delegado Rodrigo Barreto, titular da DERFV, deve fazer o pedido de prisão preventiva do empresário.

“No sábado eles fecharam a loja por inteiro e dizem que o dono fugiu”, disse uma das vítima que não quis se identificar.

A reportagem do Portal CM7 foi até o prédio onde mora Delano Deufino, localizado no bairro São Geraldo, zona Centro Sul de Manaus, porém, foi informada de que o empresário estaria “viajando”, mas clientes lesados e revoltados com a situação alegam que Delano teria fugido para Pernambuco e estaria “sumido” desde o dia 30 de novembro deste ano.

A reportagem do Portal AM POST não conseguiu contato com a defesa do empresário até o fechamento desta matéria. Fica aberto espaço para direito de reposta.

Publicidade TCE
Publicidade UEA
Publicidade CMM

Mais Recentes