Ir para o conteúdo

Dupla é presa por estupro, homicídio e ocultação de cadáver

De acordo com a Polícia Civil, a vítima foi estrangulada e morta por uma dívida de 250 relacionada a drogas

Diego Peruano Martin, 20, e Jheike Pereira de Souza, 31, foram presos nesta segunda-feira (15) por estupro, homicídio qualificado e ocultação de cadáver de Gercivane Gomes de Freitas, que tinha 25 anos. O crime ocorreu no dia 30 de dezembro de 2023, no município de Itamarati (a 985 quilômetros de Manaus).

As investigações foram conduzidas por policiais civis da 68ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Itamarati e apontaram que a dupla premeditou o crime. Diego e Jheike visitaram a vítima em uma praça da cidade e convenceram Gercivane a  ir até a residência de um deles. No local, a vítima foi estrangulada e morta por uma dívida de 250 relacionada a drogas.

“Após isso, eles enrolaram o corpo em um lençol e uma capa de colchão, cobriram com mato seco e ocultaram o cadáver que só foi localizado alguns dias depois, debaixo de um trapiche, em estado avançado de decomposição. A vítima estava despida, com as mãos e pés amarrados, e com sinais de tortura e violência sexual”, informaram os policiais.

Ainda segundo a equipe policial, o crime chocou a população do município, tendo em vista a barbaridade em que foi cometido. No decorrer das diligências, foram ouvidas algumas testemunhas fundamentais para chegar à autoria do crime. Inclusive, familiares dos suspeitos reconheceram o lençol que cobria o corpo da vítima.

Com base em fortes indícios de autoria e materialidade do delito foi representada à Justiça pela prisão de Diego Peruano Martin, e Jheike Pereira de Souza, e a ordem judicial foi decretada pelo Poder Judiciário.

Ambos responderam por estupro, homicídio qualificado e ocultação de cadáver, e ficarão à disposição da Justiça.

Publicidade TCE
Publicidade UEA
Publicidade CMM

Mais Recentes