Ir para o conteúdo

Encceja 2024 tem inscrições abertas para exame supletivo nacional de jovens e adultos

Os interessados têm até o dia 10 de maio para se inscrever. A prova será no dia 28 de agosto

O exame é voltado para jovens e adultos que não concluíram o Ensino Fundamental ou o Ensino Médio

As inscrições para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2024 estão abertas até o próximo dia 10 de maio. A avaliação segue o calendário anual de aplicação das provas, do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), do Ministério de Educação (MEC).

Com aplicação da prova em dia único e prevista para o dia 28 de agosto, os candidatos interessados podem se inscrever, gratuitamente, por meio do site oficial do Encceja 2024, disponível pelo link http://bit.ly/InscricoesEncceja2024.  Durante o processo de inscrição, o sistema exigirá o Cadastro de Pessoa Física (CPF) e o documento de identidade do participante, junto de um e-mail e um número de telefone válidos.

O exame é voltado para jovens e adultos que não concluíram o Ensino Fundamental ou o Ensino Médio e querem obter o certificado de conclusão. O candidato precisa, na data do exame, ter no mínimo 15 anos completos para realizar a prova de nível Fundamental e a partir de 18 anos no caso de nível Médio. Ao preencher os dados, o participante deverá indicar o estado e o município onde deseja fazer as provas, além do nível de ensino para o qual deseja a certificação e as áreas de conhecimento em que quer ser avaliado. O edital completo do Encceja 2024 está disponível no link http://bit.ly/Encceja2024_Edital.

O Encceja também é um exame supletivo, mas não tem ligação ou complementação com o Provão Eletrônico ofertado pela Secretaria de Estado de Educação e Desporto Escolar. A Secretaria de Educação tem a responsabilidade de divulgação do Encceja, bem como da entrega dos certificados aos alunos aprovados.

A prova é formada por 60 questões objetivas em cada turno e uma redação. Para as provas de Ensino Fundamental, os componentes que compõem o certame são: Matemática, Ciências, Língua Portuguesa (e demais linguagens), além de História e Geografia.

Para o Ensino Médio, os componentes são divididos em Ciências da Natureza; Ciências Humanas; Linguagens e Códigos e Matemática. A prova terá quatro horas de duração, durante o período matutino, e cinco horas no período vespertino, por conta da redação.

“O Encceja oferece uma oportunidade chave para jovens e adultos que não concluíram seus estudos na idade regular de obter o certificado de conclusão do Ensino Fundamental ou do Ensino Médio e, assim, melhorar suas oportunidades no mercado de trabalho e também de entrarem no ensino superior”, destacou o diretor do Departamento de Políticas Educacionais para Diversidade (DPDI), da Secretaria de Educação, Rafael Ferreira.

Em caso de reprovação em algum dos componentes da prova, é possível refazer o certame no ano seguinte, com enfoque apenas nos componentes que o candidato não obteve nota suficiente. Os dados são armazenados de uma edição para outra.

Recomeços

O Encceja costuma significar novas oportunidades para aqueles estudantes que não concluíram os ensinos Fundamental e Médio na idade certa. E foi dessa maneira que o ex-aluno da rede estadual, Luã Amorim, finalizou o Ensino Médio com a prova e o diploma de conclusão.

“Por questões de saúde, tive que me ausentar da escola. Quando me recuperei, precisei trabalhar. A prova tem esse lado, de ajudar quem precisa. Não me via retornando à sala de aula, não conseguiria encaixar na rotina da vida adulta”, destacou Luã, que estudou na Escola Estadual Profª Eunice Serrano, no Centro de Manaus.

Agora, com a certificação, Luã pensa no Ensino Superior e nos novos passos que o diploma possibilita. “Corri para pegar o diploma por conta de um emprego, que me exigia. Agora, mais estabilizado, quero também ingressar no Ensino Superior e continuar os estudos”, compartilhou Luã.

Justificativa de ausência

Os participantes que faltaram às provas do Encceja 2023, tiveram de 25 de março a 5 de abril, tempo previsto em edital, para justificarem a ausência no ano anterior, requisito obrigatório para aqueles com intenção de se inscrever gratuitamente na edição do Encceja 2024.

Para aqueles que não justificaram a ausência ou tiveram a solicitação de justificativa reprovada durante o período informado, a inscrição para o Encceja custará R$40, a serem pagos ao Inep.

Publicidade ENEVA
Publicidade ATEM
Publicidade TCE
Publicidade BEMOL
Publicidade UEA

Mais Recentes