Ir para o conteúdo

Encontro em ritmo de boi-bumbá no Cauxi Eletrizado

Bloco reúne David Assayag, Márcia Siqueira, Marcia Novo e Júlio Persil no palco do Clube do Trabalhador

Na Segunda-Feira Gorda de Carnaval, dia 12 de fevereiro, o Cauxi Eletrizado apresenta, pela primeira vez no bloco, um encontro em ritmo de boi-bumbá, com David Assayag, Márcia Siqueira, Marcia Novo e Júlio Persil no palco do Clube do Trabalhador (Avenida Cosme Ferreira, 7399). Os ingressos estão à venda por R$ 50, no site Sympla (sympla.com.br).

A programação do bloco inicia às 17h com a DJ Carol Amaral e tem ainda o grupo Couro Velho, Banda do Cauxi Eletrizado, Alaídenegão, Cabocrioulo e Os Tucumanus.

Segundo a cantora Marcia Novo, que assina a direção musical do show, no repertório, preparado especialmente para o encontro, estão toadas clássicas da década de 90, como “Vaqueirada”, de 1998, e também da atualidade.

“É um show potente para fazer uma saudação para as duas nações, vermelha e branca e azul e branca”, define a artista.

Marcia Novo destaca que David Assayag vai cantar sucessos de Caprichoso e Garantido, Márcia Siqueira traz clássicos e atuais do boi vermelho e branco enquanto Júlio Persil apresenta hits do momento do azul e branco.

“Eu vou fazer o lado pop dos dois bois, porque é Carnaval e o público quer dançar, fazer coreografias ao som de hits dançantes”, conta a cantora. “Os bois oficiais também vão participar e emocionar porque estamos selecionando a nata da toada para fazer esse show”.

Estrutura

Em 2024, o Cauxi Eletrizado acontece no Clube do Trabalhador, com uma estrutura de praça de alimentação, espaços instagramáveis e bares para proporcionar conforto e melhor experiência ao público. Conforme o produtor cultural e cofundador do bloco, Rafael Ângelo, guitarrista da Alaídenegão, a estimativa é receber três mil pessoas na 12ª edição.

A festa que tem como referência a memória dos antigos blocos de Carnaval, com repertório de marchinhas tradicionais, frevos e releituras de clássicos, tem concurso de fantasias. Os foliões mais criativos concorrem a prêmios como baldes com cerveja. A melhor fantasia é escolhida pelo público.

Trajetória

Rafael Ângelo pontua que a iniciativa surgiu com a proposta de criar oportunidades de shows para Alaídenegão, Cabocrioulo e Os Tucumanus. Os integrantes das bandas compõem a Banda do Cauxi Eletrizado.

“Essa época do ano, janeiro e fevereiro, era muito parado para as bandas autorais e tivemos a ideia de fazer o bloco para se inserir nesse circuito do Carnaval. O primeiro, em 2012, foi no Acariquara, com 500 pessoas, e cresceu a cada edição”, comenta o organizador.

O bloco já passou por lugares como Assinpa (Associação dos Servidores do Inpa), Assua (Associação dos Servidores da Universidade Federal do Amazonas) e Arena da Amazônia.

Publicidade TCE
Publicidade CIESA
Publicidade UEA

Mais Recentes