Ir para o conteúdo

Entenda as 'Cartas de Cristo', livro que a família de Djidja adorava

A cartas, segundo os adoradores da teoria, foram enviadas por Jesus a uma mulher inglesa e propõe a evolução espiritual

'Cartas de Cristo' tem até canal no Facebook, com mais de 80 mil seguidores no Brasil

Além de quetamina e animais, também foram encontrados na casa da família de Djidja Cardoso dois livros usados pela mãe e pelo irmão como uma espécie de 'guia' para o mundo espiritual.  Um deles é o livro chamado "Cartas de Cristo", citado por Ademar Cardoso quando foi preso.

“Ouçam as cartas de Cristo no Youtube”, afirmou.

Mas o que são as 'Cartas de Cristo'?

As Cartas, segundo os adoradores da obra, propõem um caminho de evolução espiritual dissociado de instituições religiosas e dizem que o participante em questão só poderá se livrar das ideias colocadas por elas a partir da leitura “vagarosa e atenta” das Cartas de Cristo, “dia após dia”, para que no final esteja “livre do Catolicismo”.

A médium responsável por receber e escrever as orientações divinas das Cartas de Cristo seria uma mulher de origem inglesa — desenvolvida durante 40 anos para que pudesse se comunicar com Jesus —, que ainda receberia artigos do mestre, sendo que este material deverá ser compilado em um novo livro. A senhora, hoje com quase cem anos, prefere se manter anônima e reclusa.

"Cristo" na carta encoraja para que todos façam uma oração por verdadeira iluminação e ação em conformidade com princípios mais elevados, enquanto aguardam a tal "iluminação" para que sempre demonstrem e vivam o que é chamado na carta de "O AMOR FRATERNAL".

VEJA O VÍDEO

0:00
/
O vídeo é do site Onda Digital
Publicidade ENEVA
Publicidade ATEM
Publicidade TCE
Publicidade BEMOL
Publicidade UEA

Mais Recentes