Ir para o conteúdo

Forças de Segurança realizam ação de combate à violência contra mulher

Ao todo, 12 mandados de prisão foram cumpridos, que resultaram na prisão de cinco suspeitos, sendo quatro em Manaus e um em Parintins

Em continuação à programação do mês da Mulher, as Forças de Segurança do Estado do Amazonas, com apoio da Secretaria Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) realizaram, nesta sexta-feira (08/03) o Dia D da Operação Átria. Ao todo, 12 mandados de prisão foram cumpridos, que resultaram na prisão de cinco suspeitos, sendo quatro em Manaus e um em Parintins (a 369 quilômetros de Manaus).

A delegada titular da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM) da zona sul/oeste, Débora Mafra, ressaltou o êxito da operação.

“Cumprimos 12 mandados de prisão. Um dos alvos estava em Parintins. Tivemos aqui quatro mandados de prisão, sendo dois por tentativa de feminicídio e um de cárcere privado. Tivemos o apoio das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam), do 10° Distrito Integrado de Polícia (DIP), então, a gente nota que a polícia integrada com outros órgãos do Governo realizou um lindo trabalho”, disse a delegada.

Em Manaus as prisões foram registradas nas zonas sul, leste e na zona rural da cidade. Durante o último cumprimento de mandado, os policiais apreenderam com o suspeito um fuzil de fabricação caseira e munições.

Polícia Militar

De acordo com a comandante da Ronda Maria da Penha, major Tatiana Souza, a Polícia Militar integrou a operação, assim como irá reforçar as ações até o final deste mês. “A PM participou dessa operação integrada e nós apoiamos duas equipes da Ronda Maria da Penha, três equipes da Rocam e uma equipe da Ambiental. Estaremos atuando na operação até o dia 29, reforçando também o efetivo da Ronda Maria da Penha nos municípios de Manacapuru e Itacoatiara”, disse a major.

Sejusc

A Secretária Executiva de Políticas para as Mulheres (SEPM) da Sejusc, Marília Costa, ressaltou o trabalho psicológico que as mulheres receberam durante toda a ação. Ao todo, a pasta atuou com três técnicos, assistentes sociais e psicólogos, em apoio aos familiares dos presos.

“Muitas vezes, a família não espera que naquele momento vai ser cumprido o mandado e a família fica desesperada, então é nesse momento que a nossa equipe entra com atendimento psicossocial. Além disso, durante o mês de março, a Secretaria estará realizando várias ações com palestras, orientações e abordagem nos semáforos”, explicou.

Operação Átria

Átria é o nome da principal estrela da constelação denominada “Triângulo Austral” do hemisfério estelar sul. Tem coloração alaranjada e consta na bandeira do Brasil. Em alusão à posição de destaque da estrela, o nome dado à operação ilustra a ideia de reposicionar mulheres agredidas, retirando-as da condição de vítima para que retornem ao seu lugar.

A operação é coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP). No Amazonas, a coordenação é realizada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM).

Além da intensificação das atividades judiciárias, também foram realizadas ações pedagógicas com palestras para encorajar mulheres vítimas de violência a saírem desse ciclo através da denúncia. Além de abordagens e ação de panfletagem nos sinais.

Publicidade TCE
Publicidade CIESA
Publicidade UEA

Mais Recentes