Ir para o conteúdo

Fundação Hospital Adriano Jorge realiza mais de 8 mil cirurgias em 2023

O aumento do número de procedimentos cirúrgicos chega a 44.1%, em relação ao no mesmo período de 2022

A Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ), unidade vinculada à Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), realizou 8.253 mil cirurgias durante todo ano de 2023. O número representa um aumento de 44,1% em relação ao mesmo período de 2022, quando foram realizadas 5.729 cirurgias.

O secretário de Saúde, médico Anoar Samad, destaca a importância da intensificação de cirurgias na unidade. “Essas mais de 8 mil cirurgias realizadas em 2023, mostram o compromisso com a saúde do nosso estado, os desafios são muitos, mas com o apoio do governador Wilson Lima se tornam possíveis. A equipe da Fundação Hospital Adriano Jorge realiza um trabalho de excelência, e cada vez mais humanizado e tecnológico”, destacou o secretário.

A FHAJ faz cirurgias eletivas que são os procedimentos cirúrgicos programados via Sistema Nacional de Regulação (Sisreg). A Fundação também realiza procedimentos cirúrgicos como retirada de pedras do rim e vesícula e procedimentos mais recentes como a cirurgia bariátrica, procedimento indicado para pessoas que estão acima do peso por problemas metabólicos.

“Os números também mostram o trabalho dos nossos profissionais da saúde, empenhados em ampliar e aprimorar o atendimento dos pacientes que precisam do SUS”, ressalta o diretor-presidente da FHAJ, médico Ayllon Menezes de Oliveira.

Atualmente, 20% dos procedimentos cirúrgicos ortopédicos realizados na FHAJ são referentes à pacientes oriundos dos prontos-socorros da capital, funcionando como retaguarda para as demais unidades de saúde do estado do Amazonas.

Vidas transformadas  

Uma das pacientes atendidas na FHAJ é a aposentada Raimunda Coelho. Ela sofria com a uma doença chamada hérnia inguinal, ocorre quando há o escape (protusão) parcial ou total de um ou mais órgãos por um orifício que se abre, por má formação ou por enfraquecimento nas camadas de tecido protetoras dos órgãos internos do abdômen.

Raimunda fez a cirurgia na FHAJ por videolaparoscopia, uma técnica moderna e menos invasiva. Ela conta que terá uma nova vida sem dores daqui por diante.

“Agora eu estou ótima, porque eu só vivia sentindo dor, não podia ficar em pé, não podia fazer nada, e hoje eu estou ótima. Graças a meu bom Deus já estou aqui e já fiz a minha cirurgia”, relata.

Histórico

O Hospital Adriano Jorge foi criado pela Lei 1.872, de 27 de maio de 1953, e inaugurado em 30 de junho do mesmo ano. Funcionou inicialmente como Sanatório Adriano Jorge, gerenciado pela Campanha Nacional Contra Tuberculose (CNCT), do Ministério da Saúde.

Em 1979, foi transformado em Hospital Geral Adriano Jorge, com gestão formada pelos governos estadual e federal. Em 2000, o Hospital Geral Adriano Jorge iniciou a obra de reestruturação para modernizar as instalações e logo em seguida foi transformado em Fundação no ano de 2003.

Publicidade TCE
Publicidade UEA
Publicidade CMM

Mais Recentes