Ir para o conteúdo

Governo do AM aplica R$ 14 milhões em multas por crimes ambientais no sul do estado

Além das multas, as ações resultaram na prisão de três pessoas, apreensão de motosserras, e outros equipamentos usados na prática criminosa

Operação é realizada desde abril

As ações da Operação Tamoiotatá 4, realizada pelo Governo do Amazonas, com apoio de órgãos federais, no sul do Amazonas, para o combate aos crimes ambientais, resultaram, até o momento, na aplicação de R$ 14 milhões em multas. Além das sanções administrativas, as ações resultaram na prisão de três pessoas, apreensão de motosserras, armas e outros equipamentos usados na prática criminosa.

As equipes de fiscalização da operação Tamoiotatá 4 são coordenadas pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), e integradas por órgãos ambientais de segurança e de inteligência, além dos profissionais de monitoramento e fiscalização ambiental.

As sanções foram realizadas pelo o Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), que aplicou cerca de R$ 14 milhões de multas, 18 autos de infrações, 43 números de Termos de Embargo, mais de 9 mil hectares embargados e a apreensão de motosserras, correntes e guincho de arraste de madeira, moto bomba e equipamentos para garimpo e subprodutos da fauna silvestre.

Todos os procedimentos foram realizados durante as duas primeiras fases da operação, que teve início em abril. A ação seguirá ao longo de todo ano de 2024. Até o momento, o efetivo integrado chegou a percorrer 2.725 quilômetros para aplicação dos autos de infração e embargos.

Apreensões e prisões

Durante as duas fases, as Forças de Segurança, realizaram a prisão de três pessoas por crimes ambientais e porte ilegal de arma de fogo. Em uma das ocorrências, a Polícia Militar (PMAM), por meio do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPAmb), apreendeu, quatro armas de fogo, munições e duas motosserras, no ramal Bela Vista, em Humaitá (a 590 quilômetros de Manaus).

Em outras ocorrências, a polícia apreendeu no total das fases, 78 munições, cinco armas de fogo e cinco cartuchos calibre 38.

Integração

A operação Tamoiotatá 4 é uma ação coordenada pela SSP-AM, realizada de forma integrada com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), com o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), Batalhão de Policiamento Ambiental (BPAmb) Polícia Militar do Amazonas (PMAM), Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), além de órgãos federais de Segurança e Fiscalização.

Publicidade BEMOL
Publicidade ATEM
Publicidade TCE
Publicidade UEA

Mais Recentes