Ir para o conteúdo

Grupo é preso por envolvimento na morte de instrutor de jiu-jitsu em Manaus

O crime ocorreu no dia 8 de março deste ano, por volta das 6h, na rua 5 de Setembro, bairro São Raimundo, zona oeste de Manaus

Policiais civis da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) deflagraram, na terça-feira (18/06), a Operação Iscariotes, que resultou na prisão de quatro pessoas envolvidas na execução do professor de jiu-jitsu James Nascimento Mota, de 49 anos.

O crime ocorreu no dia 8 de março deste ano, por volta das 6h, na rua 5 de Setembro, bairro São Raimundo, zona oeste de Manaus.

Durante as diligências, foi possível identificar uma rede criminosa por trás do delito, com mandantes, intermediadores, apoiadores logísticos e executor.

De acordo com a Polícia Civil, a morte está relacionada ao comércio de ouro.

Relembre o crime

James foi atingido com três tiros na cabeça. De acordo com informações repassadas à polícia, o instrutor estava chegando na academia para dar aula. Ele estacionou no local e, ao baixar o vidro, foi surpreendido por um atirador.

Após disparar contra James, o suspeito fugiu com a ajuda de um comparsa em uma motocicleta.

Segundo colegas, a vítima era faixa preta de jiu-jitsu, instrutor de artes marciais e empresário no ramo de aluguel de veículos.

Publicidade BEMOL
Publicidade ATEM
Publicidade TCE
Publicidade UEA

Mais Recentes