Ir para o conteúdo

Grupo é preso por torturar suspeitos de furto no AM

As vítimas foram levadas para um terreno e foram agredidas com toras de madeira

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da 52ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de São Paulo de Olivença (a 985 quilômetros de Manaus), prendeu, em flagrante, três homens de 29, 41 e 46 anos e uma mulher de 35, pelos crimes de tortura física e psicológica praticados contra duas pessoas naquele município.

De acordo com a delegada Maria Roselane de Abreu, da 52ª DIP, as diligências iniciaram após a equipe policial tomar conhecimento da ação criminosa, no sábado (10/02).

“No decorrer das investigações foi verificado que as vítimas foram levadas para um terreno. Neste local elas foram agredidas com toras de madeiras com o intuito de que confessassem um suposto furto de autoria delas”, explicou a delegada.

Segundo a autoridade policial, ainda não foi comprovado se elas teriam de fato praticado esse furto e as investigações em torno desse fato em específico seguem em andamento.

“Também conseguimos chegar à identidade dos quatro envolvidos nesse episódio de tortura, e conseguimos efetuar a prisão em flagrante no sábado (10/02)”, informou Maria Roselane.

Eles tiveram a prisão em flagrante convertida para preventiva pela Justiça. No entanto, a mulher segue em prisão domiciliar, pelo fato de ter dois filhos menores.

Publicidade TCE
Publicidade CIESA
Publicidade UEA

Mais Recentes