Ir para o conteúdo

Homem é preso por estuprar colega após confraternização de empresa

Ele aproveitou o fato de a vítima ter ingerido bebida alcoólica durante uma festa da empresa em que trabalhavam para cometer o abuso sexual

Policiais civis da Delegacia Especializada de Polícia (DEP) de Parintins (a 369 quilômetros de Manaus), cumpriram, nesta segunda-feira (08/12), mandado de prisão preventiva de um homem, 23, por estupro de vulnerável praticado contra sua colega de trabalho, uma jovem de 20 anos, no dia 3 de janeiro deste ano. Ele foi preso na rua Tomazinho, bairro Itaúna, naquele município.

Conforme a delegada Marna de Miranda, titular da unidade policial, as diligências em torno do caso iniciaram após a vítima denunciar o crime e, a partir da declaração dela, foram tomadas as medidas cabíveis e foi representada pela prisão preventiva do infrator.

“No dia do fato criminoso, o autor e a vítima estavam confraternizando na festa da firma em que prestavam serviço. Em um determinado momento, ela começou a ter mal-estar, em razão de ter ingerido bebidas alcoólicas, e ele se ofereceu para dar uma carona até a casa dela”, disse.

Segundo a delegada, durante o percurso, o indivíduo desviou o caminho, levou a jovem para a residência dele e praticou o abuso sexual, aproveitando que a vítima estava sob efeito de bebidas alcoólicas.

“O ato se caracteriza como estupro de vulnerável pelo fato de ela estar inconsciente. Após a denúncia, a vítima passou por exames de corpo de delito que comprovaram o estupro”, falou.

Procedimentos

O homem responderá por estupro de vulnerável e ficará à disposição do Poder Judiciário.

Publicidade TCE
Publicidade UEA
Publicidade CMM

Mais Recentes