Ir para o conteúdo

Homem é preso por morte de lutador de MMA

O corpo de Diego Braga Alves foi achado no Morro do Banco pela PM

Tauã da Silva confessou a participação no crime - Foto: Reprodução

Tauã da Silva, conhecido como '2B', 18, confessou participação no assassinato do lutador de MMA Diego Braga Nunes, 44, encontrado morto na última segunda-feira (15), quando foi ao Morro do Banco, comunidade na Zona Oeste do Rio, tentar recuperar sua moto furtada em outra comunidade na região, a Muzema.

Aos PMs, Tauã contou que Diego foi ao Morro do Banco "desenrolar a entrega da moto" e que "quando pegaram o telefone dele viram que tinha contatos de milicianos de Rio das Pedras e da Muzema".

Ainda segundo Tauã, "o lutador tentou correr, mas foi pego e morto." 2B ainda confirmou que faz parte do tráfico de drogas e que comparsas deixaram a favela após o assassinato de Diego.

Segundo a PM, Tauã tem passagens na polícia e foi encontrado em casa, com drogas. Ele foi levado para a 16ª DP (Barra da Tijuca), e a Delegacia de Homicídios da Capital (DHC), que investiga o caso, já foi informada da prisão.

O corpo de Diego será velado na manhã desta quarta-feira (17) no Cemitério Jardim da Saudade Sulacap.

A PM faz uma operação no Morro do Banco, no Itanhangá, nesta manhã, em busca dos assassinos de Diego. O Disque Denúncia divulgou um cartaz pedindo ajuda na identificação dos criminosos.

Publicidade TCE
Publicidade UEA
Publicidade CMM

Mais Recentes