Ir para o conteúdo

Lesa Pátria: megaoperação da PF prende 48 por atos golpistas de 8 de janeiro

Ao todo, foram cumpridas 208 medidas judiciais

A Polícia Federal realizou, nesta quinta-feira (06/06), uma megaoperação para prender envolvidos nos atos antidemocráticos de 8 de janeiro de 2023, quando as sedes dos Três Poderes foram invadidas e depredadas. A ação faz parte da Operação Lesa Pátria.

Ao todo, foram cumpridas 208 medidas judiciais — como recolocação de tornozeleiras eletrônicas — expedidas pelo Supremo Tribunal Federal (STF), em 18 estados e no Distrito Federal, para a captura de investigados e condenados.

Os envolvidos, segundo a PF, descumpriram medidas cautelares judiciais ou ainda fugiram para outros países, com o objetivo "de se furtarem da aplicação da lei penal".

Desse total de alvos, 170 pessoas foram classificadas como foragidos. Segundo a PF, até o momento, 48 pessoas foram presas.

Nova etapa

A Nova etapa da Operação Lesa Pátria quer identificar financiadores dos ataques de 8/1. Entre os descumprimentos de medidas, ainda de acordo com os policiais, estão: violação de tornozeleira eletrônica; mudança de endereço sem comunicação; e o não comparecimento à Justiça.

Os nomes dos foragidos que não forem presos serão incluídos no Banco Nacional de Mandados de Prisão (BNMP). Aquelas pessoas que a PF já mapeou e que estão no exterior serão incluídas na lista de procurados da Interpol.

Publicidade ENEVA
Publicidade ATEM
Publicidade TCE
Publicidade BEMOL
Publicidade UEA

Mais Recentes