Ir para o conteúdo

Cabo de fibra ótica rompe na BR-319 e deixa Amazonas e Roraima com internet precária

Problema impactou tanto a internet quanto a telefonia móvel

Manaus ficou sem internet.

Um cabo de fibra ótica rompeu na manhã desta quarta-feira, 15/11, na BR-319 e trouxe impactos tanto para o Amazonas quanto para Roraima. O mesmo problema já havia acontecido na terça-feira. O resultado foi uma enxurrada de reclamações de internet sem velocidade e muitas dificuldades enfrentadas pelos usuários em Manaus.

"A principal operadora que nós temos no Amazonas hoje é a Claro. E com o rompimento na BR-319, o tráfego de internet e telefonia móvel foi desviado para os links adjacentes através da TIM, OI e Linhão de Tucuruí. Quando a Embratel tem algum tipo de problema no Amazonas, o impacto é muito grande, porque todas as outras operadores sofrem", explicou Jesaias Arruda, vice-presidente da Associação Brasileira de Internet (Abranet).

Problema frequente

Ainda de acordo com ele, a expectativa é de que o projeto Norte Conectado, lançado recentemente pelo Governo Federal envolvendo a Anatel e o Ministério das Comunicações, entre efetivamente em operação e possa resolver os problemas de conexão na região.

"Isso precisa ser resolvido. Basta um cabo romper para que passemos por esta situação. O impacto é pro comércio, indústria, usuários convencionais e todos os demais ramos, porque sem conectividade a gente fica ilhado", explicou.

O cabo rompido
Publicidade ENEVA
Publicidade ATEM
Publicidade TCE
Publicidade BEMOL
Publicidade UEA

Mais Recentes