Ir para o conteúdo

Manaus registra pico de consumo de energia e sobrecarga no sistema elétrico

Às 21h, a Amazonas Energia registrou 1.709 MW, crescimento de 7% em relação ao esperado para este período do ano, que era de 1.600MW

O calor extremo fez a população utilizar mais produtos para amenizar a sensação térmica

O dia mais quente do ano de 2023, em Manaus, conforme dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), quando a temperatura na capital chegou a 38,7ºC, causou sobrecarga no sistema elétrico. Às 21h, a Amazonas Energia registrou 1.709 MW, crescimento de 7% em relação ao esperado para este período do ano, que era de 1.600MW.

O calor extremo fez a população utilizar mais produtos para amenizar a sensação térmica. Muitas famílias compraram novos equipamentos como ventiladores, splits, ar-condicionados, geladeira e freezers. Além disso, passaram a utilizá-los por mais tempo do que o habitual. O comportamento atípico dos clientes levou à demanda histórica de consumo de energia em Manaus.

Em média, durante o inverno, o consumo de Manaus, cidade com população estimada em mais de 2 milhões de habitantes, é de 1.100 MW ao dia. Durante o verão amazônico, essa demanda pode chegar próximo de 1.600 MW. Em 2022, a Amazonas Energia registrou, na capital e região metropolitana, pico de 1.588 MW na noite do dia 28 de setembro daquele ano.

Ocorrências
Desde agosto, aumentaram as ocorrências, solicitações de serviços peles equipes de manutenção da Amazonas Energia, que atuam em regime de plantão de 24 horas.

Com a sobrecarga elétrica, ocorreram inúmeras interrupções no fornecimento de energia em toda Manaus (com maior incidência nas zonas leste e Norte), elevando o número para 500 ocorrências, muito acima do normal.

Mesmo colocando mais equipes nas ruas e trabalhando initerruptamente, a concessionária está levando mais tempo para atender as demandas em virtude da complexidade. Na noite desta quarta-feira (27/09), foram substituídos 15 transformadores. De abril a julho, o tempo médio de atendimento das ocorrências era de 215 minutos. A partir de agosto, o tempo se elevou substancialmente, passando a ser de 338 minutos. Em setembro, chegou a 348 minutos.

As demandas podem ser registradas pelos canais de atendimento ao cliente: call-center/WhatsApp 0800 701 3001, aplicativo e site. Estes sistemas estão disponíveis 24 horas.

Publicidade ENEVA
Publicidade ATEM
Publicidade TCE
Publicidade BEMOL
Publicidade UEA

Mais Recentes