Ir para o conteúdo

Marido encomendou a execução de dona de choperia em Manaus

O crime ocorreu no dia 27 de dezembro, no bairro Presidente Vargas. Três pessoas foram presas

O crime

Sulivan Ferreira Maia, 46, foi identificado como o mandante do assassinato da esposa, Edy Cláudia Oliveira, 41, dona de uma choperia, de acordo com a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM). O crime ocorreu no dia 27 de dezembro, no bairro Presidente Vargas. Três pessoas foram presas.

O delegado-geral da Polícia Civil, Bruno Fraga, informou que a equipe inicialmente tratou o caso como um latrocínio, porque o atirador havia levado os pertences da vítima. "Após a investigação, chegamos diante de um feminicídio", informou.

O crime contou com a participação de Nuzilene Marues Albuquerque, 39, amante de Sulivan. Além do atirador, Elielson da Silva Campos, 24, que já responde por roubo majorado.

O titular da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), delegado Thomaz Vasconcelos, disse que Elielson cometeu o crime dissimulando um roubo seguido de morte, mas o intuito era executar Edy Claudia a mando do marido.

Sulivan Ferreira Maia, 46

"Sulivan pagou a quantia de R$ 10 mil para que Elielson executasse o crime, que ocorreu de forma cruel, às vésperas do fim de ano, na presença da filha, da sobrinha e de um neto. Colocando a vida de outras pessoas em risco", afirmou.

À polícia, Elielson relatou que a arma deu pane, após ele efetuar o primeiro disparo e percebeu que a vítima ainda estava com vida. Ele disparou outras duas vezes. "Ele só terminou quando viu que ela havia tombado no carro", falou o delegado "Antes de fugir, o atirador pegou a bolsa da vítima, onde havia a quantia de R$ 500".

O delegado explicou, ainda, que Nuzilene ajudou nos trâmites para o pagamento do atirador. Sulivan alegou que estava em processo de divórcio com a esposa e não queria a divisão de bens.

0:00
/
O crime

Fonte: Toda Hora

Publicidade TCE
Publicidade UEA
Publicidade CMM

Mais Recentes