Ir para o conteúdo

Mês da saúde: itens regionais podem melhorar a alimentação e aumentar a imunidade

Em abril é celebrado o mês da saúde e os hábitos alimentares têm um forte impacto na melhoria da qualidade de vida e do sistema imunológico

Pelo menos um terço do gasto das famílias brasileiras é com problemas relacionados à saúde (remédios, exames e consultas médicas), de acordo com o dado mais recente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Esse valor equivale a mais de R$ 168 bilhões. No entanto, esses valores podem ser reduzidos até 35% se tomadas as medidas de cuidado com a prevenção às doenças, alimentação e hábitos mais saudáveis, como aponta uma pesquisa publicada pela Harvard Business Review.

Em abril é celebrado o mês da saúde e os hábitos alimentares têm um forte impacto na melhoria da qualidade de vida e do sistema imunológico. A adoção desses hábitos começa na hora em que a família vai fazer as compras de casa, colocando no carrinho itens mais saudáveis, que aumentam a imunidade e possibilitam uma rotina mais saudável.

De acordo com a gerente da equipe de Nutrição do Grupo DB, Evanilde Campos, aliada à qualidade do sono, prática de exercícios e consumo adequado de água, a alimentação saudável aumenta a imunidade e impacta diretamente na qualidade de vida das pessoas. “O Amazonas é uma das regiões com maior variedade de opções que atendem a esse tipo de demanda facilmente. Nas unidades do Grupo DB, os itens regionais têm destaque e são ofertados em todas as unidades”.

A especialista pontua alguns itens regionais e quais os benefícios eles trazem para a saúde.  “O camu-camu é riquíssimo em vitamina C e possui ação antiinflamatória; já a pupunha, além de ser rica em vitaminas A e C, também é uma importante fonte de fibra alimentar, com minerais como ferro e cálcio, responsáveis pelo bom funcionamento do intestino e fortalecimento dos ossos. Já o tucumã, fruto tão amado e consumido pelo amazonense, é rico em ômega 3, vitamina A, B1 e C”, explicou.

Segundo a especialista, a combinação de alimentos é um dos fatores essenciais para obter o equilíbrio nutricional. Na prática, é saber quais alimentos devem combinar para conseguir o máximo benefício de cada um deles.

A combinação mais comum entre os brasileiros é o arroz e feijão e a especialista aponta que a união de diferentes aminoácidos que fazem parte desses grãos forma uma poderosa proteína de origem vegetal. Outra combinação muito usada pelos brasileiros é a cenoura e laranja. “Ambas são ricas em vitamina C, porém, as fibras da cenoura ajudam a controlar o pico glicêmico gerado pelos carboidratos da fruta, deixando a combinação ainda mais completa”, explicou.

A combinação também pode ser feita nas saladas, visto que o azeite potencializa ainda mais os benefícios do tomate, que é rico em licopeno, um antioxidante que desacelera o envelhecimento.

“Os alimentos produzidos localmente e comercializados nas unidades do Grupo DB são mais frescos e saudáveis, pois não precisam passar por longos trajetos de transporte até chegar ao consumo final. Isso garante que os alimentos mantenham a qualidade e propriedades nutricionais, além de proporcionar um sabor mais intenso e autêntico”, assegurou Evanilde.

Publicidade ENEVA
Publicidade ATEM
Publicidade TCE
Publicidade BEMOL
Publicidade UEA

Mais Recentes