Ir para o conteúdo

Obra de Chico Buarque, Ópera do Malandro inicia venda de ingressos em Manaus

Montagem conduzida pela Casa de Artes Trilhares terá apresentações nos dias 17 e 18 de fevereiro, no Teatro Amazonas

O enredo do espetáculo traz uma crítica social que continua bastante atual.

Desde seu anúncio nas redes sociais, o musical "Ópera do Malandro" tem cativado a atenção do público, que aguarda ansioso pela estreia na capital amazonense. A espera terminou, e os ingressos já estão disponíveis para as apresentações nos dias 17 e 18 de fevereiro, no Teatro Amazonas. A montagem, conduzida pela Casa de Artes Trilhares, promete uma abordagem única, totalmente cabocla.

O início das vendas marca o começo da contagem regressiva para uma experiência cultural única, baseada na genialidade de Chico Buarque, que traz uma imersão na realidade dos malandros cariocas dos anos 40. O enredo, repleto de temas atemporais, como prostituição, contrabando, agiotagem e interesses sociais, traz uma crítica social que continua bastante atual.

A diretora de produção, Rafaela Guimarães, explica que os espetáculos anteriores da Trilhares, como o musical "Escola do Rock", garantiram casa cheia, e a expectativa para a “Ópera do Malandro” é, mais uma vez, lotar o Teatro Amazonas nos dois dias de apresentações.

O espetáculo é sucesso nas redes sociais, com quase 50 mil visualizações em apenas uma semana, logo que foi lançado. A Casa Trilhares, segundo Rafaela Guimarães, quer ampliar ainda mais esta repercussão, com apoio cultural ao espetáculo. A diretora aponta os benefícios para os parceiros que decidem incentivar a produção artística regional.  “Vincular grandes marcas ao musical é uma tendência seguida por empresas em todo o mundo. Nossos parceiros ganham ativações dentro da proposta de marketing cultural. Vincular a marca a um espetáculo local mostra que apoiam e acreditam no trabalho dos artistas do Norte”, destaca.

Ingressos

Para garantir presença, é preciso ficar atento aos horários, pois, no sábado (17), o espetáculo inicia às 20h; já no domingo (18) a apresentação é mais cedo, às 19h. Os ingressos estão disponíveis para compra pelos links https://shopingressos.com.br/comprar/1665/OPERA_DO_MALANDRO_17_02 (dia 17) e https://shopingressos.com.br/comprar/1666/OPERA_DO_MALANDRO_18_02 (dia 18), mas também podem ser comprados, presencialmente, na bilheteria do teatro. Mais informações estão disponíveis nas redes sociais @casatrilhares e @operadomalandroam.

Ópera do Malandro

Escrita por John Gay em 1728 como "Ópera dos Mendigos", a obra foi adaptada por Bertolt Brecht e Kurt Weill como "Ópera dos Três Vinténs" em 1928. Chico Buarque criou sua versão, na qual seus personagens refletem a dualidade entre o submundo do crime e a elite social, estabelecendo um universo de cumplicidade. A montagem amazonense envolve mais de 40 pessoas.

“Seguimos o roteiro escrito por Chico Buarque, que nos traz a realidade dos malandros cariocas dos anos 40. Em meio ao romance de Max, o grande contrabandista carioca, e Teresinha, filha do maior cafetão da Lapa, histórias se cruzam sob uma perspectiva atemporal, retratando prostituição, contrabando, agiotagem, roubo, interesses políticos, econômicos e sociais, questões que ainda vemos e vivemos”, explica a diretora da peça, Dávilla Holanda.

A Casa de Artes Trilhares atua na cidade há quase 9 anos e tem como principal característica as atividades formativas e grandes espetáculos que propõem experiência entre elenco e plateia, como meio de fortalecer e incentivar a que cada vez mais pessoas frequentem o teatro.

SERVIÇO:

Nome do evento: ÓPERA DO MALANDRO

Duração: 12O min

Classificação Etária: 16+

Local: Teatro Amazonas

Dias: 17 e 18 de fevereiro

Publicidade TCE
Publicidade UEA
Publicidade CMM

Mais Recentes