Ir para o conteúdo

Pazuello é investigado no STF por mortes de Manaus na pandemia

A investigação do caso chegou ao STF e foi entregue ao ministro Gilmar Mendes

Pazuello era ministro da saúde, quando ocorreu a falta de oxigênio em Manaus

O deputado federal Eduardo Pazuello virou um dos investigados pelas mortes de pacientes por falta de oxigêncio nos hospitais de Manaus, no período da pandemia de Covid-19. As informações são da Coluna Radar da Veja.

De acordo com a publicação, a investigação do caso chegou ao STF e foi entregue ao ministro Gilmar Mendes que já é relator do inquérito que apura a negligência de Pazuello, de Bolsonaro e outros durante a pandemia.

O Ministério Público identificou que 31 pessoas morreram por falta de oxigêncio em Manaus nos dias 14 e 15 de janeiro de 2021, momento em que o sistema de saúde colapsou.

Em documento, a AGU admitiu que a gestão de Pazuello sabia sobre o iminente colapso do sistema de saúde do Amazonas dez dias antes da tragédia.

Fonte: Veja

Publicidade TCE
Publicidade CIESA
Publicidade UEA

Mais Recentes