Ir para o conteúdo

Pesquisa desenvolve fotômetro para monitorar qualidade da água no AM

O estudo é fomentado pelo Programa Painter, da Fapeam

Em Itacoatiara (distante a 176 quilômetros da capital), pesquisadores desenvolvem fotômetro para monitorar a qualidade da água para consumo e produção local das comunidades ribeirinhas. A pesquisa foi apoiada pelo Governo do Amazonas, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam).

O estudo, apoiado pelo Programa de Apoio à Interiorização em Pesquisa e Inovação Tecnológica no Amazonas (Painter), Edital n° 003/2020, ressaltou a importância do controle e do monitoramento constante da qualidade da água, especialmente a utilizada no abastecimento humano e na agricultura.

O coordenador da pesquisa e doutor em química, Valdomiro Lacerda Martins, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), explicou que a contaminação das águas ocorre devido a presença de poluentes despejados por microorganismos, toxinas produzidas por algas, decomposição de animais ou resíduos, como os nitratos e nitritos.

E, ainda, que em alguns casos o contágio pode acontecer até na água tratada, devido a falhas no processo de abastecimento ou pela presença de poluentes que possam não ser removidos pelo processo de tratamento convencional. “Em muitos casos os contaminantes podem estar presentes mesmo em águas minerais engarrafadas, pois suas fontes podem se encontrar em regiões sujeitas à presença de poluentes que se infiltram no lençol freático”, revelou.

Entre os contaminantes, podem ser encontrados: bactérias, protozoários, fungos patogênicos, toxinas produzidas por algas ou por decomposição de animais ou resíduos (chorume), como os nitratos. Além de despejos industriais contendo uma diversidade de compostos químicos, como: fenóis, compostos clorados, hidrocarbonetos e outros.

“Foram feitas as coletas das águas de duas comunidades e uma da zona urbana de Itacoatiara, que foram submetidas à análise pelo fotômetro RGB e por espectrofotometria UV-Vis para efeito de comparação dos resultados”, disse Valdomiro Martins.

O pesquisador destacou ainda a importância do apoio da Fapeam que foi essencial para a obtenção de um espectrofotômetro UV-VIS, reagentes, vidrarias essenciais e outros equipamentos. Além da operacionalização para análise química do ‘Grupo de Automação e Instrumentação Analítica e Quimiometria’, da Ufam.

Resultados

O projeto intitulado “Desenvolvimento de um fotômetro portátil para monitoramento da qualidade da água em comunidades ribeirinhas no município de Itacoatiara-AM” já foi finalizado. O teste do instrumento foi realizado com corantes alimentícios das cores vermelho, verde e azul, para determinação das concentrações de nitrito, nitrato e ferro nas amostras de águas.

As amostras A e B são de duas comunidades rurais (Jamanã e São Sebastião) e a amostra C é da zona urbana de Itacoatiara (Conjunto Novo Horizonte). Os limites de detecção para nitrito, nitrato e ferro utilizando do fotômetro portátil foram de 0,015; 0,009 e 0,04, respectivamente. As três amostras tiveram os seguintes resultados: amostra A - 0,066; 0,030 e 1,62 mg/L; amostra B - 0,061; 0,115 e 1,73 mg/L; amostra C - 0,047; 0,819 e 1,92 mg/L.

O fotômetro, que está pronto para a utilização, mas ainda se encontra na fase de protótipo, foi confeccionado utilizando o Sensor RGB TCS34725 e o desenvolvimento de um aplicativo para Android para obtenção do resultado por meio de conexão sem fio.

Interiorização

O Painter fomenta a interiorização de atividades de pesquisa aplicada e inovação tecnológica, por meio de indução em áreas estratégicas, especialmente a bioeconomia, para o desenvolvimento econômico, social e ambiental do Amazonas, com a finalidade de aplicação de seus resultados na resolutividade/minoração de problemas específicos dos municípios do interior do Estado.

Publicidade BEMOL
Publicidade ATEM
Publicidade TCE
Publicidade UEA

Mais Recentes