Ir para o conteúdo

PF investiga trabalho escravo no interior do Amazonas

O alvo da operação foi um instituto para dependentes químicos no município de Itacoatiara

A Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta terça-feira (27), a Operação Cativos para reprimir crimes de redução a condição análoga a de escravizado em um instituto para dependentes químicos no município de Itacoatiara (a 270 quilômetros de Manaus).

A operação contou com 25 policiais federais e cumpriu três mandados de busca e apreensão, expedidos pela 4ª Vara Federal Criminal da SJAM, em locais estratégicos identificados durante as investigações. O nome do instituto alvo da investigação não foi divulgado pela PF.Conforme apurado pela PF, os responsáveis pelo local estariam submetendo os internos, dependentes químicos em recuperação, a condições degradantes de higiene, os deixando sem alimentação adequada e os submetendo a trabalhos forçados.

Além disso, a imagem dos internos era explorada em ‘’lives’’ realizadas por meio das redes sociais com o objetivo de obter engajamento e recursos financeiros de doadores.

De acordo com o G1, um dos alvos da operação é um pastor que recebia os internos no instituto e os mostrava em vídeos publicados em uma rede social.

A operação conta com a participação do Ministério Público do Trabalho, do Ministério do Trabalho e da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejuc).

Publicidade TCE
Publicidade CIESA
Publicidade UEA

Mais Recentes