Ir para o conteúdo

Piscicultores de Iranduba e Manacapuru recebem 93 mil alevinos de tambaqui

Os alevinos de alto qualidade genética vão fomentar a atividade da piscicultura na região, diminuindo o custo na produção e gerando renda aos 70 piscicultores beneficiados

A iniciativa visa incentivar a piscicultura em municípios que possuem potencial produtivo 

A Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror) e o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável (Idam) entregaram, nesta quarta-feira (21/02), 93 mil alevinos (formas jovens) de tambaqui para piscicultores de Iranduba e Manacapuru (a 27 e 68 quilômetros distantes de Manaus, respectivamente).

A iniciativa visa incentivar a piscicultura em municípios que possuem potencial produtivo na atividade no Amazonas, como ressalta o secretário Executivo-Adjunto de Pesca da Sepror, Alessandro Cohen, que acompanhou as entregas de alevinos nos municípios.

"Seguindo a determinação do governador Wilson Lima e do secretário da Sepror, Daniel Borges, nós estamos fazendo hoje uma série de entregas em Iranduba e Manacapuru. Ao todo, serão de mais de 200 mil alevinos para sete municípios, atingindo a região metropolitana do estado do Amazonas", diz Alessandro Cohen.

Para Iranduba, foram entregues 50 mil alevinos, beneficiando diretamente 35 piscicultores. Já em Manacapuru, foram doados 43 mil alevinos para 35 piscicultores. A produção de pós-larvas e alevinos são distribuídos gratuitamente para os produtores rurais que atuam na atividade.

“Agora, os piscicultores podem fazer a sua criação e futuramente ter a sua renda, que é um marco aqui no município de Iranduba. Nós estamos com um trabalho muito bonito de vários piscicultores na venda de peixes e crescendo cada vez mais”, comenta a presidente da Associação e Sindicato de Pescadores de Iranduba (Aspepi), Lady Chelley Carvalho.

As entregas contaram com apoio das prefeituras municipais, com a participação da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal Sustentável (Adaf).

Como adquirir?

Os piscicultores interessados em receber doações de alevinos devem procurar o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável (Idam) de seu município, ou as secretarias municipais de produção rural para solicitar o benefício.

É necessário que o piscicultor tenha a Carteira do Produtor Rural, emitida pelo Idam, e que exerça efetivamente a atividade.

Mais entregas

Na próxima sexta-feira (23/02), outros três municípios serão beneficiados: Maués, Tapauá e Santa Isabel do Rio Negro, que receberão um total de 66 mil alevinos para 45 piscicultores.

A agenda de entrega de alevinos terá continuidade até o final do mês de fevereiro, nos municípios de Rio Preto da Eva e Borba, beneficiando 37 piscicultores com a entrega de 58 mil alevinos. Ao todo, o calendário da Sepror prevê a entrega de 202 mil alevinos a 152 piscicultores de sete municípios.

Publicidade TCE
Publicidade CIESA
Publicidade UEA

Mais Recentes