Ir para o conteúdo

Pólo Industrial de Manaus chega a 121 mil empregos diretos, diz presidente da Fieam

Em 2021, no Governo Bolsonaro, este número chegou a baixar para 99 mil empregados no PIM

Recorde de empregos foi no Governo Dilma Rousseff, em 2013

Os empregos estão de volta ao Amazonas. O presidente Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), Antônio Silva, afirmou durante evento do Governo do amazonas, na segunda-feira, 08/04, que o Pólo Industrial de Manaus (PIM) está chegando a 121 mil empregos diretos, com nove mil somente nos últimos três meses.

“Hoje nós já estamos com nível de 121 mil empregos, diretos, chão de fábrica. O número de trabalhadores está crescendo”, afirmou Antônio Silva.

A título de comparação, em 2021, no Governo Bolsonaro, este número chegou a baixar para 95 mil empregados no PIM, índice considerado pífio e que fez muita gente questionar se o modelo industrial ainda cabia no Amazonas. No Governo Michel Temer, após o impeachment, o número foi ainda pior: 86 mil em 2017.

Em 2013, o PIM batia recorde de empregos: 129.663 trabalhadores, entre efetivos, temporários e terceirizados. Dilma Rousseff era a presidente do Brasil.

Publicidade ENEVA
Publicidade ATEM
Publicidade TCE
Publicidade BEMOL
Publicidade UEA

Mais Recentes