Ir para o conteúdo

Polo Industrial de Manaus começará a produzir ventiladores em 2024

Em princípio, cerca de 25% de toda a produção dos ventiladores da Philco no Brasil serão feitos no PIM

Prestes a completar 57 anos no dia 28 do próximo mês, a Zona Franca de Manaus (ZFM) recebeu mais um grande incentivo esta semana, com o anúncio de que, a partir de 2024, começará a produzir ventiladores no Polo Industrial de Manaus (PIM).

A informação foi socializada nesta quarta-feira (17) pelo presidente da Philco Eletrônicos Ltda., César Buffara, durante visita, à fábrica, do superintendente da Suframa, Bosco Saraiva, e ratifica o interesse de grandes empresas em investir na Amazônia, motivadas pela manutenção dos benefícios fiscais e pela competitividade do projeto econômico, em face da reforma tributária.

No último dia 11, o Grupo Moura já via anunciado a instalação de uma fábrica no PIM para produção de baterias destinadas a carros elétricos, entre outros produtos, como parte dos projetos de expansão da empresa.

Em princípio, cerca de 25% de toda a produção dos ventiladores da Philco no Brasil serão feitos no PIM, o correspondente a uma faixa de 6 a 7 mil equipamentos por dia.

Além de ventilador, a Philco, que já fabrica ar-condicionado, televisor e forno micro-ondas, também irá produzir liquidificador.

Reunião foi realizada nesta quarta-feira - Foto: Divulgação


O superintendente Bosco Saraiva recebeu a notícia com muita alegria e destacou a iniciativa como relevante, principalmente porque atenderá a todo o território nacional, sendo que de forma integral, às regiões Norte e Nordeste do país.

“A Philco é uma empresa tradicional que está há muito tempo conosco, acreditou no projeto Zona Franca de Manaus e agora, mais do que nunca, resolveu ampliar os negócios. A empresa desativou toda uma planta para começar a fabricar os ventiladores e atender à grande demanda, principalmente de Norte e Nordeste. Estamos virando a chave. Tudo isso é resultado da vitória que a Amazônia e o povo amazônida tiveram com a reforma tributária”, comemorou Bosco Saraiva, acompanhado na visita dos superintendentes adjuntos Frederico Aguiar (Executivo), Waldenir Vieira (Desenvolvimento e Inovação Tecnológica), Leopoldo Montenegro (Projetos) e Carlito Sobrinho (Administração), além da coordenadora-geral de Comunicação e Assuntos Institucionais, Layanne Raquel; do coordenador-geral de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais, Arthur Lisboa; do administrador Adamilton Mourão; e do gerente de Projetos, Ozenas Maciel.

Ensaio
A primeira vez que uma empresa tentou implantar um Processo Produtivo Básico (PPB) para a fabricação de ventiladores na Zona Franca de Manaus, foi em 1994, de acordo com a Portaria 263/94.

Em 2019, a pedido da empresa Tutiplast, houve uma alteração do PPB relacionado ao produto, mas, mesmo assim, ninguém nunca produziu ventiladores no PIM.

Publicidade TCE
Publicidade UEA
Publicidade CMM

Mais Recentes