Ir para o conteúdo

Prefeitura instala divisores de pista após veículos danificarem canteiro central na av. Silves

A medida foi tomada após os veículos de uma empresa de venda de pneus, situada na via, quebrarem totalmente parte da calçada para realizar manobras no canteiro central

Preservar a segurança e evitar acidentes tem sido uma prioridade constante para a Prefeitura de Manaus, que por meio do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) implantou, nesta quarta-feira, 24/1, divisores de pista na avenida Silves, no trecho entre as avenidas Carvalho Leal e Castelo Branco, na zona Sul da cidade.

A medida foi tomada após os veículos de uma empresa de venda de pneus, situada na via, quebrarem totalmente parte da calçada para realizar manobras em cima do canteiro central. O diretor de engenharia do IMMU, Uarodi Guedes, expressou preocupação com a situação.

"A instalação destes divisores de pista é uma medida necessária para proteger a integridade dos pedestres e a infraestrutura urbana. Lamentavelmente, temos observado um aumento no número de motoristas que realizam manobras irregulares, colocando em risco a segurança de todos. Essa irresponsabilidade não só causa danos ao patrimônio público, mas também representa um grave risco para a segurança viária. Nosso corpo jurídico irá acionar a empresa para que ela repare o canteiro que foi danificado", comentou.

Motoristas flagrados cometendo irregularidades serão penalizados com duas multas conforme o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A primeira é pelo artigo 231, inciso I, por danificar a via ou suas instalações, custando R$ 293,47 e sete pontos na CNH. A segunda, baseada no artigo 193, pune a transgressão em canteiros centrais ou divisores de pistas, com multa de R$ 880,41 e mais sete pontos na CNH.

A iniciativa do IMMU reflete o compromisso da prefeitura em promover um trânsito mais seguro e organizado. A instalação de divisores de pista na avenida Silves tem como objetivo não só reparar a infraestrutura danificada, mas também prevenir acidentes futuros causados por manobras perigosas. Esta ação reforça aos motoristas a importância da responsabilidade ao dirigir e enfatiza a prioridade da segurança viária para preservar vidas.

Publicidade TCE
Publicidade UEA
Publicidade CMM

Mais Recentes