Ir para o conteúdo

Rodrigo Sá deixa Detran-AM para ser 'linha de frente' nas eleições

Rodrigo Sá já se descreveu como “soldado” de Wilson Lima

Wilson Lima e Rodrigo Sá

Em evidência no cenário político nas últimas semanas, Rodrigo Sá deixou a presidência do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM), na última sexta-feira (05), para se tornar uma das peças-chave nas Eleições 2024, podendo concorrer ao cargo de vereador ou, até mesmo, de vice-prefeito ao lado do deputado estadual Roberto Cidade (União Brasil), pré-candidato a prefeito de Manaus.

Atual presidente do Partido Progressistas (PP) no Amazonas, com as bênçãos do governador Wilson Lima e do senador Ciro Nogueira, presidente nacional da sigla, Rodrigo Sá é um dos nomes que estão à disposição de Wilson para atuar no ‘front’ eleitoral. Ele disputou o cargo de deputado federal, em 2022, e, desde então, tem se mostrado um dos homens de confiança de seu líder político, como gosta de chamar o governador. Tanto que recebeu de Wilson Lima a missão de reestruturar o Progressistas no Amazonas.

À frente do Detran Amazonas desde 2019, Rodrigo Sá ganhou notoriedade estadual ao modernizar a instituição com serviços digitais, melhoria estrutural e descentralização das atividades, abrangendo inúmeros municípios do interior. Além disso, foi o responsável por implementar o programa “Detran Cidadão”, idealizado por Wilson Lima, e que consiste no tripé: “CNH Social”, “CNH na Escola” e “Motociclista Legal”.

Na última semana, durante a posse do coronel Alfredo Menezes, como presidente municipal do Progressistas, na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), Rodrigo Sá, que é delegado de Polícia Civil, ressaltou que todos os partidos que compõem o arco de aliança do governador, estão focados em ocupar um papel de protagonismo nas Eleições Municipais de 2024.

“Estamos preparando o futuro da cidade de Manaus, para melhorar a vida da cidade de Manaus. Um estado, um país, só se torna próspero, quando os municípios são prósperos. Se a cidade de Manaus não avança, o nosso Estado padece, a Região Norte padece, e o nosso País padece. Estamos imbuídos no propósito da construção de um Progressistas forte, mas aliado a partidos como o União Brasil, o PMB, o Podemos e vários outros. Tenho absoluta certeza que teremos papel de protagonista em 2024”, disse Rodrigo Sá, que já se descreveu como “soldado” de Wilson Lima.

Publicidade ENEVA
Publicidade ATEM
Publicidade TCE
Publicidade BEMOL
Publicidade UEA

Mais Recentes