Ir para o conteúdo

Sangue de Dragão: seiva amazônica pode ser aliada no tratamento de queloides e cicatrizes

Projeto apoiado pelo PPBio desenvolve dermocosmético natural que pode auxiliar no tratamento de úlceras em diabéticos

O ‘Sangue de Dragão’ é uma seiva resinosa vermelha, rica em antioxidantes e anti-inflamatórios

A startup Encantos da Floresta está desenvolvendo um dermocosmético inovador utilizando a seiva ‘Sangue de Dragão’ (Croton lechleri) para atenuar cicatrizes e queloides. O projeto recebeu aporte financeiro do Programa Prioritário de Bioeconomia (PPBio), que é coordenado pelo Idesam e idealizado pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa). O propósito da iniciativa é aproveitar as propriedades terapêuticas dessa seiva, tradicionalmente utilizada por comunidades indígenas e tradicionais da Amazônia.

O ‘Sangue de Dragão’ é uma seiva resinosa vermelha, rica em antioxidantes e anti-inflamatórios. A startup está formulando um creme multirreparador que acelera a restauração da barreira da pele e melhora a aparência de cicatrizes e queloides. Além disso, estão sendo iniciadas pesquisas para o uso da seiva no tratamento de úlceras em pacientes diabéticos.

“O maior conhecimento da biodiversidade tem mostrado que na Amazônia temos soluções para problemas globais como este de cicatrização e queloides. O PPBio apoia que este conhecimento se converta em produtos para sociedade e movimente a economia local”, afirma Carlos Gabriel Koury, diretor de Inovação em Bioeconomia do Idesam.

A extração sustentável da seiva, é outro ponto de destaque do projeto. Este modelo não só preserva a saúde das árvores, mas também garante um sustento justo para as comunidades locais, promovendo uma bioeconomia que valoriza os conhecimentos tradicionais e o meio ambiente.

“Além da capacitação de comunidades para fazer a extração sustentável da seiva Sangue de Dragão’ e de outros ativos amazônicos, em parceria com o Instituto Federal do Acre (IFAC), também vamos fornecer algumas mudas de ‘dragoeiro’, para que as comunidades possam plantar, ampliando a espécie na região amazônica”, explica Rafael Diniz, sócio-gerente geral da Startup Encantos da Floresta.

O projeto será apresentado como um dos cases de sucesso do PPBio no Pitch Day, que ocorrerá durante a Jornada de Integração Regional e Interiorização do Desenvolvimento do Acre. O evento será realizado nos dias 12 e 13 de junho no auditório da FIEAC. Alem deste projeto outra iniciativa apoiada pelo PPBio no Estado é com a Embrapa-AC.

A Jornada tem como objetivo promover a disseminação e o acesso aos incentivos da Zona Franca de Manaus (ZFM), incluindo a Política de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I). As inscrições estão abertas e podem ser feitas através do link: https://doity.com.br/jornadaintegracaoriobranco/inscricao.

Publicidade ENEVA
Publicidade ATEM
Publicidade TCE
Publicidade BEMOL
Publicidade UEA

Mais Recentes