Ir para o conteúdo

Seca no AM: sobe para 60 número de cidades em situação de emergência

O município de Canutama saiu de situação alerta para emergência

Subiu para 60 o número de cidades em situação em emergência no Amazonas por causa da seca histórica. A vazante afeta 608 mil pessoas no estado.

Os dados foram divulgados, nesta quarta-feira (25), pelo Comitê de Intersetorial de Enfrentamento à Situação de Emergência Ambiental.

O município de Canutama saiu de situação alerta para emergência. No total, são 60 municípios em situação de emergência, nenhum em alerta ou atenção e 2 em normalidade.

Cidades em emergência:

Alvarães, Amaturá, Anamã, Anori, Atalaia do Norte, Autazes, Barcelos, Benjamin Constant, Boca do Acre, Borba, Caapiranga, Carauari, Careiro Castanho, Careiro da Várzea, Coari, Codajás, Eirunepé, Envira, Fonte Boa, Guajará, Humaitá, Ipixuna, Iranduba, Itamarati, Itapiranga, Japurá, Juruá, Jutaí, Lábrea, Manaquiri, Manaus, Maraã, Maués, Nova Olinda do Norte, Novo Aripuanã, Pauini, Rio Preto da Eva, Santa Isabel do Rio Negro, Santo Antônio do Içá, São Gabriel da Cachoeira, São Paulo de Olivença, Silves, Tabatinga, Tapauá, Beruri, Manicoré, Barreirinha, Boa Vista do Ramos, Itacoatiara, Nhamundá, Parintins, São Sebastião do Uatumã, Urucurituba, Tefé, Tonantins, Uarini, Urucará, Manacapuru, Novo Airão e Canutama.

Cidades em normalidade:

Presidente Figueiredo e Apuí.

Publicidade BEMOL
Publicidade ATEM
Publicidade TCE
Publicidade UEA

Mais Recentes