Ir para o conteúdo
culturaAtemMúsica

Série Rio Negro encerra primeira temporada gratuita, marcando a inovação no segmento

A obra é dividida em três movimentos: Brasiliana; Jornada Etérea e Saudoso Carnaval.

A primeira temporada teve a regência e a direção artística do maestro Rubens Claudio de Souza

Quando a Orquestra Pró Cultura do Amazonas entrar no palco do Teatro Amazonas, nesta quinta-feira (28), às 20h, para apresentação gratuita de  encerramento da primeira temporada da “Série Rio Negro Concertos Sinfônicos”, o sentimento será o de missão cumprida.

Com o patrocínio master da Atem Distribuidora e realizada através da “Lei de Incentivo à Cultura”, do Ministério da Cultura, a Série Rio Negro inovou com um programa composto por quatro concertos gratuitos e três palestras musicais em escolas públicas da capital amazonense.

A primeira temporada teve a regência e a direção artística do maestro Rubens Claudio de Souza e a direção de produção do maestro Ezequias Guerra.

Rubens Cláudio de Souza disse que estava feliz com toda a trajetória do projeto Série Rio Negro. “Não poderia deixar de agradecer a todos os parceiros e à patrocinadora master, Atem Distribuidora, sem a qual não seria possível realizar este projeto”, destacou, em uma das aberturas dos concertos.

A gerente de Marketing e Comunicação da Atem Distribuidora, Monique Lasmar, ressaltou que a Atem apostou no projeto assim que foi apresentado à empresa. “A série busca promover a cultura musical no Estado e ainda motivar as novas gerações para a música clássica ao realizar palestras nas escolas. É um projeto que merece o apoio e aplausos de todos”, afirmou.

A abertura do concerto de fim de ano terá a obra da sinfonia número 8

Encerramento - O quarto concerto da temporada terá como destaque o compositor pernambucano, radicado no Amazonas há 27 anos, Timóteo Esteves, com a obra “À Brasiliana”. A composição recebeu o primeiro prêmio pela Academia Claude Brendel Brasil-França 2022 e fala sobre o Brasil e dos ritmos brasileiros, como o maracatu, samba e MPB.

A obra é dividida em três movimentos: Brasiliana; Jornada Etérea e Saudoso Carnaval.

A abertura do concerto de fim de ano terá a obra da sinfonia número 8, em sol maior opus 88, de Antonín Dvořák. Composta 1889, para comemorar a admissão de Dvořák na Academia de Ciências, Literatura e Artes da Boêmia. Foi dedicada também ao Imperador Franz Joseph, pelo incentivo às artes. Em seguida, a Orquestra Pró Cultura vai apresentar “Die Meistersinger von Nürnberg” (Os Mestres Cantores de Nuremberg), do compositor alemão Richard Wagner. A obra é uma ópera cômica em três atos.

O projeto Série Rio Negro também conta com o apoio cultural do Instituto Cultural Brasil – Estados Unidos (ICBEU-Manaus), do Sistema Encontro das Águas, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Amazonas, do Governo do Amazonas e do Centro de Artes da Universidade Federal do Amazonas (CAUA). A realização é da Procult/Guerra Produções Culturais.

Sobre a Atem

O Grupo Atem, com 28 anos de fundação, é composto por diversas empresas no ramo de combustíveis, logística rodoviária e fluvial, construção naval e refino de petróleo, entre outras. O Grupo está presente em 13 estados do Brasil, possuindo, a Distribuidora, mais de 350 postos franqueados, 7 bases de distribuição ativa, 2 bases em construção e milhares de clientes ativos, além de capacidade de movimentação de 9 bilhões de litros de combustíveis por ano.

Publicidade TCE
Publicidade UEA
Publicidade CMM

Mais Recentes