Ir para o conteúdo

Sindicato defende ações contra tráfico e pirataria em balsas de combustíveis

Para o Sindarma, as ações são necessárias para a integridade das tripulações, dos produtos e também da população

Sindarma emitiu comunicado apoiando ações dos órgãos de segurança

O Sindicato das Empresas de Navegação Fluvial do Amazonas (Sindarma), emitiu hoje (16), comunicado apoiando as ações dos órgãos de segurança estaduais e federais de fiscalizar os conteúdos das balsas de combustíveis que transportam o produto para cidades do interior do Estado.

De acordo com a entidade, a ação realizada na última semana que resultou na apreensão de drogas em uma embarcação nas proximidades do município de Barcelos (distante 406 quilômetros de Manaus), é necessária para a integridade das tripulações, dos produtos e também da população.

O comunicado também destaca que a iniciativa é necessária para diferenciar e afastar dos bons profissionais e empresas, aqueles que cometem atos ilícitos.

O Sindicato, por meio de seus associados, também se colocou à disposição dos órgãos de segurança para realização de ações conjuntas visando ampliar a fiscalização das cargas, tanto em ações de combate contra o tráfico de drogas, como também contra a ação dos piratas de rio, uma vez que o transporte fluvial de combustíveis é um atividade essencial para o abastecimento de veículos e a manutenção de serviços como energia elétrica para hospitais, escolas e residências dos moradores no interior do Amazonas.

Por fim, o Sindarma informa ainda que as empresas associadas seguem comprometidas com a segurança das operações e que irão ampliar as atividades internas de fiscalização, assim como o apoio irrestrito para a punição dos responsáveis pelos atos ilícitos.

Publicidade BEMOL
Publicidade ATEM
Publicidade TCE
Publicidade UEA

Mais Recentes