Ir para o conteúdo

Tigrinho: influenciadores são alvos de operação em Belém

Influenciadores estão caindo de um por um por divulgarem jogos de azar. Fique atento.

Paraenses foram alvo de operação nesta segunda-feira.

Falta de emprego fixo, prints de altos e constantes depósitos em sua conta bancária, festas temáticas, viagens "do nada" para eventos em outros Estados, constância em divulgação de plataformas recém lançadas e que "estão pagando muito". A notícia é do site DOL, do Pará,.

Você (re)conhece alguém assim em Belém? Pois saiba que estas ações fazem parte da prática delituosa de divulgar jogos, de 'azar', como o 'Jogo do Tigrinho' e tantos outros presentes em plataformas como CXXBet, Blaze, Deusapg, MundoJogo, YYtbet, entre outras.

Em alguns casos, há influenciadores que misturam as apostas com posts de cunho religioso e fotos sensuais, tudo para engajar mais ainda e atrair mais vítimas para os golpes.

Diante disto, na manhã desta segunda-feira (18), a Polícia Civil do Pará deflagrou operação contra alguns dos influenciadores criminosos. Segundo o repórter Wesley Costa, da RBA TV, mais de 10 pessoas já foram presas em Belém, Castanhal e Bragança.

Ainda de acordo com apuração do repórter, veja alguns dos influenciadores que são alvos da operação:

Publicidade TCE
Publicidade CIESA
Publicidade UEA

Mais Recentes