Ir para o conteúdo

Trio é investigado por enviar drogas escondidas em veículos para fora do AM

As prisões são desdobramento de ação que apreendeu um caminhão com 15 quilos de maconha em setembro de 2023

Policiais civis do 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP) prenderam, na terça-feira (27/02), Ângela Braz de Oliveira, 34, e Dailson dos Santos Lima, 33, e nesta quarta-feira (28/02), Bruno Mikaell Ferreira Silva, 31, o “Goiano”, responsáveis por esconder drogas em compartimentos de veículos e por meio de transportadoras, enviá-las para os estados do Pará, Goiás e Maranhão.

O “Goiano” integra uma quadrilha de roubos em Goiás, tendo dois mandados por homicídio qualificado e roubo naquele estado, e no Amazonas, mandado por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Ele também responde por uma tentativa de homicídio.

As prisões fazem parte de um desdobramento de uma outra operação deflagrada em setembro de 2023, quando um caminhão foi apreendido com 15 quilos de maconha tipo skunk, avaliados em cerca de R$ 300 mil.

O delegado Cícero Túlio, titular do 1° DIP, informou que, a partir do momento que o caminhão foi interceptado com as drogas, as investigações se intensificaram com o objetivo de identificar a quem pertencia o material ilícito.

A partir disso, foi possível identificar um grupo que intermediava a remessa desses veículos, caminhões e carros de passeios com as drogas para outros estados do país.

“No decorrer das investigações, conseguimos identificar o casal Ângela e Dailson, e Bruno. Eles gerenciavam um esquema de intermediação entre os vendedores de drogas aqui no Amazonas com os receptadores do material ilícito nos estados do Pará, Goiás e Maranhão”, detalhou o delegado.

Segundo a autoridade policial, vários veículos chegaram a ser remetidos com as drogas, e estima-se que cerca de uma tonelada tenha sido encaminhada durante o último ano para narcotraficantes sediados naqueles estados.

Prisões

A partir desse levantamento, o delegado representou à Justiça pela prisão preventiva dos autores, e as ordens judiciais foram decretadas pelo Poder Judiciário.

Ângela e Dailson foram presos na avenida Duque de Caxias, bairro Praça 14 de Janeiro, zona sul; já “Goiano” no bairro Alvorada, zona oeste.

“Vale ressaltar que o trio, durante o envio de algumas remessas, acabavam se apropriando de parte do material ilícito, para venderem e se beneficiarem”, finalizou.

Todos responderão por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Eles passarão por audiência de custódia e ficarão à disposição da Justiça.

Publicidade TCE
Publicidade CIESA
Publicidade UEA

Mais Recentes