Ir para o conteúdo

Veja o momento em que PM atira em suspeito que assaltou a linha 600 em Manaus

🎥“Bala minha, não erro. Tá vendo! Daqui eu não erro. Tá vendo!”, diz o policial. Veja o vídeo.

Momento da morte do suspeito

Um novo vídeo gravado por uma câmera de um celular mostra o momento que Rennyere Gurgel Ferreira, 29, foi morto por um sargento da Polícia Militar à paisana. A reportagem é do Portal Regional.

O fato aconteceu por volta das 22h desta quarta-feira (1º), véspera de feriado de Dia dos Finados, na alameda Cosme Ferreira, comunidade Ouro Verde, bairro Coroado, zona Leste de Manaus.

Segundo a ocorrência policial, Rennyere e um comparsa estavam realizando assaltos a um ônibus do transporte coletivo, da empresa Integração, do Grupo Eucatur Urbano.

Durante o arrastão, ao revistar um passageiro, Rennyere percebeu que se tratava de um policial armado e travou luta corporal na tentativa desarmá-lo.

O sargento conseguiu se desvencilhar e alvejou Rennyere com um tiro no cosstela esquerda, ainda no interior do ônibus, conforme testemunhas. Após ser baleado e agredido por usuários do transporte coletivo, o suspeito tentou fuga, mas acabou caindo na via.

Logo depois, o cenário foi tomado por moradores da área e passageiros do ônibus articulado.

Um vídeo compartilhado nas redes sociais mostra o homem ainda respirando e na mira do policial. Ao esboçar uma reação, o suspeito é atingido por um tiro à queima-roupa na cabeça.

Na sequência o policial diz:

“Bala minha, não erro. Tá vendo! Daqui eu não erro. Tá vendo!”, finaliza.
Um homem chega a comentar a atitude do policial: “Tu é doido?”, dispara.

Uma equipe de perícia criminal, do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), confirmou apenas um disparo na lateral esquerda do abdômen.

Por sua vez, o Instituto Médico Legal (IML) apontou causa morte choque hemorrágico, múltiplas lesões viscerais, traumatismo abdominal, ação perfuro contundente por arma de fogo.

A Polícia Militar do Amazonas (PMAM) confirmou que o assalto foi frustrado por um sargento da corporação que estava de folga e dentro do ônibus.

O suspeito tentou pegar a arma do policial, mas após luta corporal foi atingido por um tiro na região abdominal. A ocorrência foi atendida inicialmente por uma equipe da 9ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom).

VEJA O VÍDEO

0:00
/
Publicidade ENEVA
Publicidade ATEM
Publicidade TCE
Publicidade BEMOL
Publicidade UEA

Mais Recentes