Ir para o conteúdo

Vídeo: grupo é preso com 300 quilos de drogas em Manaus

A ação policial foi deflagrada na última quinta-feira (18), com a participação das Forças de Segurança do Amazonas, em conjunto com a Polícia Federal

Cinco colombianos e um amazonense foram presos com 300 quilos de drogas, entre maconha tipo skunk e cocaína, na quinta-feira (18). Parte do material foi apreendido em um condomínio no bairro Tarumã e outro em um estaleiro no bairro Santo Antônio, ambos na zona oeste.

O secretário de Segurança Pública parabenizou o trabalho das polícias Civil, Militar e Federal, que atuaram de forma integrada para combater o tráfico de drogas.

“Continuaremos trabalhando desta forma para que cada vez mais o cidadão amazonense tenha segurança, para sair trabalhar, para estudar, para sair de casa com tranquilidade”, ressaltou.

O delegado-geral, Bruno Fraga, disse que essa é mais uma ação integrada que o sistema de Segurança Pública vem executando para entregar resultados exitosos à população amazonense.

“O trabalho de enfrentamento às organizações criminosas, principalmente aquelas que atuam de outros países para Manaus, está sendo um dos nossos pontos focais para que possamos tentar diminuir o poder de efetividade, de ação, que esses criminosos possuem”, disse.

O delegado-geral falou, ainda, que essa foi uma ação dos policiais civis, militares e federais que tirou de circulação seis pessoas que estavam diretamente ligadas ao tráfico de drogas.

“Isso (o tráfico de drogas) é um câncer social que assola a nossa cidade. Essas drogas certamente chegariam aos jovens, nas comunidades mais carentes, então essa foi uma ação cirúrgica das Forças de Segurança”, ressaltou.

O tenente Cesar de Moraes disse que a operação ocorreu a partir de um levantamento de inteligência, sendo possível fazer a abordagem aos cinco colombianos em uma residência do condomínio mencionado. “Não houve reação por parte dos indivíduos, que entregaram aproximadamente 160 quilos de drogas que estava no local. Todos os procedimentos cabíveis foram adotados.”, falou.

Conforme o delegado Mário Paulo, as prisões e a apreensão são decorrentes de uma ação prévia realizada pela Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), da Polícia Federal, que atuou em conjunto com a Companhia de Operações Especiais, da PMAM, e o DRCO entrou em um momento posterior para dar apoio.

“Foi identificado que teria chegado um carregamento de 800 quilos de drogas em Manaus e uma parte deste material estava armazenado em uma casa no bairro Tarumã. Essa residência foi identificada, nós fizemos a incursão no local, onde estavam os cinco colombianos com as drogas”, explicou.

Segundo o delegado, em continuidade às diligências, foi possível identificar que a outra parte dos entorpecentes estava em um estaleiro no bairro Santo Antônio.

“No local foram apreendidos mais 150 quilos de entorpecentes, com um amazonense que seria responsável por dar apoio aos colombianos. Então foram essas duas ações que resultaram na apreensão de aproximadamente 300 quilos e nas prisões destes indivíduos”, citou.

O delegado enfatizou que a operação foi extremamente importante para desarticular essa célula colombiana que atuava em Manaus, sendo que um deles tem envolvimento com uma organização criminosa que também atua na capital amazonense.

“Isso reforça o nosso comportamento de evitar ao máximo que esses carregamentos cheguem em Manaus, pois depois que eles chegam, são distribuídos por todas as zonas da cidade, gerando uma série de outros crimes, muitos deles violentos, inclusive homicídio. Então temos a exata noção de que se impedirmos que as drogas se espalhem, vamos impactar os outros índices de criminalidade”, salientou.

Japurá

O tenente-coronel Alysson Lima contou que o carregamento é proveniente do município de Japurá (a 744 quilômetros de Manaus) e há a previsão de que tenham mais quantidades circulando pela cidade.

“Continuaremos, por meio do trabalho de inteligência, procurando o restante desses entorpecentes para tira-los de circulação”, relatou.

O delegado Leonardo Shimit contou que o trabalho de inteligência da Polícia Federal apontou que esses colombianos tinham participação no tráfico de drogas, sendo que um dos integrantes já foi preso anteriormente pela PF.

“Nós conseguimos identificar que havia um carregamento descendo por meio fluvial, que não pudemos interceptar devido às dificuldades logísticas. Por isso contamos com apoio fundamental das Forças de Segurança estaduais para localizar as drogas em Manaus. As investigações continuam para identificar outros possíveis envolvidos”, contou.

0:00
/
Publicidade ENEVA
Publicidade ATEM
Publicidade TCE
Publicidade BEMOL
Publicidade UEA

Mais Recentes