Ir para o conteúdo

Vídeo: Suspeito de dar golpe em professores, ‘Rafa do PCC’ é preso em Manaus

Veja onde ele foi preso e o que estava fazendo na hora da operação

Rafael Bruno Lima de Souza, conhecido como “Rafa do PCC”

Rafael Bruno Lima de Souza, conhecido como “Rafa do PCC”, foi preso na noite de sábado (9), por um equipe operacional do 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP),  em um um restaurante localizado no bairro Nossa Senhora das Graças, na Zona Centro-Sul de Manaus.

Rafael, que estava em situação de fuga, é apontado como líder de um grupo criminoso especializado na falsificação de documentos de professores da rede pública, visando a obtenção fraudulenta de empréstimos bancários que poderiam chegar a até R$ 80 mil.

De acordo com informações policiais, o esquema fraudulento teria feito pelo menos 200 vítimas, com um prejuízo estimado em mais de R$ 800 mil. O modus operandi do grupo consistia na transferência dos valores ilícitos para contas de empresas fictícias, criadas com o único propósito de lavar o dinheiro obtido de forma ilegal.

Anteriormente, durante a “Operação Embat”, deflagrada entre os dias 17 e 24 de maio, seis membros da organização criminosa, incluindo duas mulheres, já haviam sido detidos. Os indivíduos presos anteriormente foram identificados como Gabriela dos Santos Pedroso, Kelly Suellen da Silva Alzier, Luan Maia Macedo, Marcelo Marques Sales, Manoel Franco de Melo Filho e Arthur da Silva Cardoso. Segundo as investigações, cada um deles desempenhava um papel específico no processo fraudulento.

VEJA O VÍDEO

0:00
/
Publicidade ENEVA
Publicidade ATEM
Publicidade TCE
Publicidade BEMOL
Publicidade UEA

Mais Recentes