Ir para o conteúdo

Wilson Lima recebe de Lula garantia de apoio às famílias afetadas pela estiagem no AM

Governador terá reunião com equipes do Governo Federal na terça-feira, em Brasília, para alinhar ações de apoio

Atualmente, 13 municípios, dos 62 do estado, estão em situação de emergência - Foto: Defesa Civil

O governador Wilson Lima recebeu, do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, garantia de apoio às famílias de cidades mais afetadas pela forte estiagem no Amazonas. Na terça-feira (26/09), o governador irá a Brasília para se reunir com representantes do Governo Federal e alinhar as ações. Atualmente, 13 municípios, dos 62 do estado, estão em situação de emergência.

Neste domingo (24/09), o governador conversou com o presidente da República e o senador pelo Amazonas, Omar Aziz. Por telefone, Lula garantiu apoio ao estado.

“Acabo de conversar com o presidente Lula, juntamente com o senador Omar Aziz, para tratar sobre a situação da estiagem no Amazonas. O presidente se colocou à disposição e, na próxima terça-feira, reuniremos no ministério dos Transportes para alinhar as ações em apoio às pessoas que moram nos municípios afetados”, disse Wilson Lima.

No dia 12 de setembro, o governador assinou o decreto de Situação de Emergência Ambiental para municípios das regiões sul do Amazonas e Metropolitana de Manaus e, também, apresentou o plano de ação da Operação Estiagem 2023, envolvendo 30 órgãos da administração direta e indireta do Governo do Amazonas.

Entre as medidas anunciadas estão apoio às famílias afetadas em áreas como saúde e abastecimento de água, bem como na distribuição de cestas básicas, kits de higiene pessoal, renegociação de dívidas e fomento para produtores rurais.

Segundo levantamento realizado pela Defesa Civil do Amazonas, por meio do Centro de Monitoramento e Alerta (Cemoa), 13 municípios das calhas do Alto Solimões, Juruá e Médio Solimões estão em situação de emergência. Outros 16 estão em estado de alerta e 30 em atenção.

Ainda segundo a Defesa Civil do Estado, a previsão é de que, devido à influência do fenômeno climático El Niño, que inibe formação de nuvens de chuva, a estiagem deste ano seja prolongada e mais intensa se comparada a anos anteriores.

Publicidade ENEVA
Publicidade ATEM
Publicidade TCE
Publicidade BEMOL
Publicidade UEA

Mais Recentes