Ir para o conteúdo

Adolescente que matou pais e irmã em SP ficou com os corpos por 3 dias

Foi o próprio adolescente quem acionou a polícia e confessou o crime na noite deste domingo

Adolescente liga para PM e confessa que matou família em SP — Foto: Reprodução/TV Globo

Um adolescente de 16 anos foi apreendido após matar o pai, de 57 anos, a mãe, de 50, e a irmã, também de 16 na Zona Oeste de São Paulo, na última sexta-feira (17). O crime aconteceu dentro da casa em que a família vivia, onde o jovem permaneceu com os corpos até o domingo (19), quando acionou a Polícia Militar.

Os corpos de Isac Tavares Santos, Solange Aparecida Gomes e Letícia Gomes Santos já estavam em decomposição e tinham marcas de tiros.

Foi o próprio adolescente quem acionou a polícia e confessou o crime na noite deste domingo. À polícia, o adolescente teria dito que sempre teve desentendimentos com os pais, que eram adotivos, e que estava com raiva deles.

Ele afirmou, ainda, ter usado a arma do pai, que era membro da Guarda Civil de Jundiaí, para efetuar os disparos contra ele, a mãe e a irmã, na sexta-feira. O pai e a irmã foram mortos primeiro, e o adolescente ainda teria ido à academia antes de matar a mãe.

A arma usada no crime e o celular do adolescente foram apreendidos, e a perícia foi acionada. O autor do crime foi conduzido à delegacia e, em seguida, levado para a Fundação Casa.

Publicidade ENEVA
Publicidade ATEM
Publicidade TCE
Publicidade BEMOL
Publicidade UEA

Mais Recentes