Ir para o conteúdo

Bruno e Hatus chegam em delegacia e não falam com os jornalistas

"Tá se fazendo de surdo agora. qual é a tua?". Veja a confusão na chegada dos presos.

Bruno e Hatus são presos

O ex- noivo de Djidja Cardoso, Bruno Roberto da Silva Lima, e o coach da família Cardoso Hatus Silveira, foram presos nesta sexta-feira (7), pela Polícia Civil. Além deles, dois funcionários de uma clínica veterinária apontada como fornecedora de Cetamina.

Além deles, dois funcionários de uma clínica veterinária suspeitos de fornecer cetamina para os familiares da Djidja também foram presos pela polícia. Na chegada no 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP), os quatro presos permaneceram em silêncio e não quiseram falar com a imprensa.

O caso que repercutiu na sociedade amazonense tem novos desdobramentos a cada dia. Funcionários da clínica agora devem ser ouvidas para repassarem informações sobre o fornecimento de cetamina para uso em uma suposta seita religiosa da família de Djidja denominada ‘Pai, mãe e Vida’.

Bruno e Hatus já foram ouvidos nesta semana. Bruno chegou a revelar que abandonou o carro de Djidja no dia do velório e que se afastou de Djidja após tomar conta dos efeitos devastadores do uso de Cetamina.

Já Hatus, afirmou ter presenciado a família usando Cetamina e disse ainda ter sido convidado para integrar a seita ‘Pai, mãe e Vida’. Ele teria assistido um vídeo manual da seita.

Frascos de medicamentos foram apreendidos nesta nova fase da operação. Mais detalhes ainda serão repassados pela polícia.

Caso Djidja: ex-namorado e personal são presos
Bruno estava na casa da ex-sinhazinha no dia em que ela foi encontrada morta.
Publicidade ENEVA
Publicidade ATEM
Publicidade TCE
Publicidade BEMOL
Publicidade UEA

Mais Recentes