Ir para o conteúdo

Carnailha é patrimônio cultural imaterial do Amazonas

O evento, tradicionalmente realizado no domingo, segunda-feira e terça-feira de Carnaval, surgiu como uma forma de valorizar a cultura local e promover o turismo na região

O segundo maior evento do calendário cultural e turístico de Parintins (distante 359 quilômetros de Manaus), e o maior Carnaval do interior do Estado, agora é Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial do Amazonas. A sanção governamental ocorreu esta semana, atendendo ao Projeto de Lei impetrado pela deputada estadual Mayra Dias (Avante).

O Carnailha é uma expressão da identidade cultural do povo parintinense, que mistura elementos do boi-bumbá, do samba e de outros ritmos regionais e nacionais. “O evento é uma forma de preservar e divulgar as tradições locais, bem como de integrar e diversificar as manifestações culturais do Estado”, destaca Mayra Dias na justificativa.

O evento, tradicionalmente realizado no domingo, segunda-feira e terça-feira de Carnaval, surgiu como uma forma de valorizar a cultura local e promover o turismo na região. Além de gerar emprego e renda para o município, o Carnailha movimenta a economia local.

Para a deputada Mayra Dias, o Carnailha como Patrimônio Cultural e Imaterial reconhece a relevância e o valor desse evento para a cultura amazonense. “Como Patrimônio do Amazonas, garantimos a proteção, valorização e promoção do Carnailha”, assegura

Publicidade TCE
Publicidade UEA
Publicidade CMM

Mais Recentes