Ir para o conteúdo

O quadro é assustador. Neste momento, 33 milhões de pessoas passam fome no país. A pesquisa feita pela Rede Penssan mostrou que 6 a cada 10 brasileiros convivem com algum grau de insegurança alimentar. São 125,2 milhões de pessoas nesta situação, um aumento de 60% na comparação com 2018.

Se o cenário geral já é grave, quando se trata das mulheres a situação é ainda mais calamitosa. O levantamento revelou que um em cada cinco lares chefiados por mulheres estão passando fome. Esse índice ultrapassa a média nacional de brasileiros nessa situação.

Esses dados foram apresentados pelo 2º Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia da Covid-19 no Brasil, feito pela Rede Penssan (Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional) e executado pelo Instituto Vox Populi.

— Não existe política de combate à fome que não comece pelas mulheres, populações negras e indígenas –, afirmou Anne Moura, secretária nacional de mulheres do PT.

Mulheres pretas

De fato, o estudo feito pela Rede Penssan desenhou o perfil da fome da país: ela está nos lares brasileiros chefiados por mulheres pretas ou pardas, com baixa escolaridade e trabalho informal.

Norte e Nordeste

Elas residem principalmente nas regiões Norte e Nordeste, na zona rural e em domicílios chefiados por mulheres ou por pessoas pretas e pardas.

Quase ninguém lembra – ou fingem não lembrar –, no entanto o combate à fome foi um dos compromissos assumidos pelos  governos petistas.

Em 2004, o governo do presidente Lula criou o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome que tirou 36 milhões de brasileiros e brasileiras da extrema pobreza e outros 42 milhões ascenderam à classe C.

Fórmula mágica

Não existe fórmula mágica, mas sim vontade política.

O Brasil saiu do “mapa da fome”  graças à política consistente de transferência de renda aliada a aumentos reais do salário mínimo, estímulo ao consumo interno, acesso ampliado à moradia, à saúde e à educação.

Por ter construído uma estratégia de combate à fome e ter reduzido de forma muito expressiva a desnutrição e subalimentação nos últimos anos, no ano de 2014, o Brasil chegou a ser destaque no “Relatório de Insegurança Alimentar no Mundo”.

Governo da fome

Depois do golpe contra a presidenta Dilma, os dados de insegurança alimentar só dispararam.

Durante o governo Bolsonaro, no intervalo de um ano, 14 milhões de brasileiros passaram a conviver com a fome em suas casas.

Brasil invisível

O deputado federal Marcelo Ramos (PSD-SM) disse que um “Brasil invisível” veio a tona com o  desaparecimento do indigenista Bruno Araújo e do jornalista Dom Phillips.

O parlamentar afirma que Atalaia do Norte tem o 3º pior IDH do Brasil.

— E nos rios dessa área há uma total ausência do Estado Brasileiro. Ali, na tríplice fronteira, o dono dos rios é o tráfico.

Bumbódromo nos trinques

Para receber a festa do boi, uma das maiores do país, o Governo do Amazonas está investindo R$ 5,7 milhões nas obras de reforma e manutenção do Centro Cultural de Parintins, o popular  Bumbódromo).

O  55º Festival de Parintins acontece nos dias 24, 25 e 26 de junho e promete ser a maior de todos os tempos.

Arena de cara nova

Por conta da suspensão de eventos durante a pandemia, a arena ficou meio que detonada.

Mas, a partir das obras vai ficar de cara nova e oferecer maior conforto e segurança a milhares de torcedores, brincantes, artistas e trabalhadores.

Tom Cruise é prioridade

Parece que o desaparecimento do jornalista britânico Dom Phillips e do indigenista Bruno Pereira  não tem sido prioridade para o comando da Aeronáutica.

Apesar dos apelos para as Forças Armadas disponibilizarem helicópteros e ampliarem o efetivo que busca aos desaparecidos  no Amazonas, o  comandante da Força Aérea Brasileira, tenente-brigadeiro do ar Carlos de Almeida Baptista Junior focou outro assunto “mais importante”.

Ele publicou mensagem durante a noite desta quarta-feira (8/6) informando que uma promoção para militares assistirem ao filme Top Gun, estrelado por Tom Cruise, foi prorrogada nos cinemas da rede Kinoplex.

Vamos de Top Gun

Baptista Junior celebrou que mais de 13 mil militares assistiram a Top Gun no cinema. Enquanto isso, Bruno e Dom estão desaparecidos desde o domingo (5/6) em uma das regiões mais remotas da Amazônia.

A brasileira Alessandra Sampaio, casada com o jornalista, disse não ter mais esperanças de encontrá-lo vivo.

Medo de jornalistas

O presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a atacar a mídia brasileira na data em que é comemorado o Dia Nacional da Liberdade de Imprensa, 7 de junho.

A declaração ocorreu durante o evento "Brasil pela Vida e Família", no Palácio do Planalto.

“Fechem a imprensa”

Ao sair em defesa do deputado estadual Fernando Francischini (União Brasil-PR), que foi condenado por ter afirmado, em 2018, que as urnas foram fraudadas para impedir o voto, Bolsonaro sugeriu o fechamento de Tvs e jornais:

— Deputados que estão aqui, que estejam nos ouvindo, vai chegar a sua hora [de ter o mandato cassado] se você não se indignar. Não existe especificação penal para fake news. Se for para punir fake news com a derrubada de páginas, fechem a imprensa brasileira que é uma fábrica de fake news. Em especial, Globo e a Folha. Jair Bolsonaro.

Sem provas

Mais uma vez, o  ex-capitão  não apresentou provas nos novos ataques contra a imprensa brasileira.

Agride a imprensa porque odeia ser criticado, coisa comum nas ditaduras.

Ranking vergonhoso

O Brasil ocupa a 110ª posição entre 180 nações em um ranking de liberdade de imprensa, segundo a ONG Repórteres Sem Fronteiras. Por isso, a organização classifica a situação do país como "problemática".

Boi no tacacá

O Tacacá na Bossa, realizado na noite desta quarta-feira (8) n Largo de São Sebastião fez a plateia brincar de boi.

As “divas” da Música Popular Amazonense (MPA), Márcia Siqueira e Lucilene Castro empolgaram o público cantando clássicos das toadas do boi bumbá de Parintins.

Lucilene Castro e Márcia Siqueira: Toadas do boi e Parintins no palco do Tacacá na Bossa

Divas das toadas

Márcia, de vestido vermelho e Lucilene, de azul, trocaram “farpas” de brincadeirinha, criando uma disputa entre os torcedores do Garantido e  Caprichoso. A “disputa” atraiu até os turistas estrangeiros que estavam em restaurantes localizados no entorno do Teatro Amazonas.

Festa sob o luar

Com uma lua quarto-crescente iluminando o histórico calçadão do Largo, Márcia e Lucilene transformaram o final de quarta-feira numa noite agradabilíssima, matando a saudade dos bumbás de Parintins, que, devido à pandemia, ficaram dois anos isolados em sus currais, na ilha do folclore.

Omar derrota...

O ministro Dias Toffoli, do STF, rejeitou a queixa-crime apresentada pela médica Mayra Pinheiro contra o senador Omar Aziz (PSD-AM).

Uma das responsáveis pela estratégia de combate à pandemia de Covid do governo federal, a “Capitã Cloroquina”, como ficou conhecida, queria denunciar o presidente da CPI pelos crimes de calúnia, difamação, injúria e violência psicológica.

... A Capitã Cloroquina

Em sua decisão, datada de 30 de maio, Toffoli disse que as palavras ditas por Aziz à atuação de Mayra foram duras, mas ainda sim estariam cobertas na imunidade parlamentar.

Não desiste

Mayra ainda tem duas ações direcionadas a Aziz na Suprema Corte: uma das ações é de responsabilidade de Cármen Lúcia, outra de Ricardo Lewandowski.

Dor de cotovelo

O avanço de Lula nas pesquisas de intenção de votos está pirando o cabeção dos  bolsonaristas.

O ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira foi incumbido pelo chefe para alimentar o ódio contra o ex-presidente.

“Segundo as pesquisas, o governo Lula já tomou posse e já está governando. Segundo a realidade, o governo imaginário de Lula termina no dia da eleição, com a vitória do presidente Bolsonaro”, escreveu o “pau mandado”.

Alckmin incomoda

Ciro ataca a aliança entre o petista e o vice na chapa, Geraldo Alckmin: “Chuchu com Lula: algum brasileiro algum dia já provou isso dai? Querem enfiar goela abaixo um prato que não é do gosto do povo. É por isso que o povo não vai engolir”. No último mês, foram 10 postagens no Twitter.

ÚLTIMA HORA

Nada como uma eleição para fazer os governantes mudarem o comportamento e pensarem, ao menos uma vez, no povo que precisa de ajuda.

Nesta quinta-feira (9) o participar, nesta quinta-feira (9), do Fórum da Cadeia Nacional de Abastecimento, promovido pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras), o presidente Jair Bolsonaro (PL) pediu que empresários do ramo de alimentos diminuam a margem de lucro na produção e na venda de produtos da cesta básica.

Segundo Bolsonaro, pré-candidato à reeleição em outubro, essa seria uma forma de ajudar a combater os altos índices de inflação no país. Mas, só agora, agora ele descobriu que a inflação está massacrando os brasileiros, quatro anos depois de chegar à presidência? Por que não fez isso desde o inicio de deu governo?

— Nós devemos em momentos difíceis como esses, entendo, todos nós colaborarmos. Então o apelo que eu faço aos senhores, para toda a cadeia produtiva, para que os produtos da cesta básica, cada um obtenha o menor lucro possível para a gente poder dar uma satisfação a uma parte considerável da população, em especial os mais humildes –, apelou o  presidente.

ORGULHO

A onça-pintada estampada na nota de 50 reais se chama Gabi e completou ontem (8), 20 aninhos de vida. “Esse rosto famoso já é uma senhorinha e ganhou uma festa de aniversário com direito a presentes, bolo de carne e muitas lambidas”, publicou o portal Só Notícias Boa.

Em tempos de Juma Marruá, a nota com a carinha dela já não vale tanto como na época do lançamento, por causa da inflação. Mas a onça em si continua majestosa. Gabi nasceu em 2002 no Jardim Zoológico do Rio de Janeiro, filhote das onças Negona e Alexandre, o Grande.

VERGONHA

O empresário bolsonarista Luciano Hang, conhecido como o Véio da Havan, fez ataques ao Padre Julio Lancellotti, da Pastoral do Povo da Rua de São Paulo e à Igreja Católica, no domingo (29), no grupo de WhatsApp Empresários & Política. Hang disse que padres que auxiliam pessoas pobres estão errados e que a Igreja é “cúmplice das mazelas do PT”.  conversa teve início após alguém do grupo compartilhar reportagem do site Brazil Journal, publicada no sábado (28), intitulada “Na São Paulo gélida, um padre e a (verdadeira) mão de Deus”, com uma foto de Lancellotti.

– É da turma do Lula. Hipocrisia pura. Temos que ensinar a pescar, e não dar o peixe. Cada dia que passa é mais malandro vivendo nas costas de quem trabalha –, acrescentando: “Quem defende bandido, bandido é”, escreveu Hang.

Publicidade ATEM
Publicidade TCE
Publicidade BEMOL
Publicidade UEA

Mais Recentes