Ir para o conteúdo

Cunhada de Djidja foi estopim para investigação após ser internada por vício em ketamina

Audrey foi levada pelo vício da cetamina ao participar da seita difundida pelo então companheiro.

Audrey Schott

Fé que beira o fanatismo, obsessão por corpos sarados e vaidade extrema, construída em concursos de beleza. Esta parece ser a tônica que rege a família Cardoso e seus agregados. Audrey Schott não está presa com a sogra, Cleusimar Cardoso, e o namorado, Ademar Cardoso, mas foi a partir das denúncias feitas pelos pais dela que a polícia de Manaus começou a investigá-los.

Segundo boletins de ocorrência registrados pela família da modelo, Audrey foi levada pelo vício da cetamina ao participar da seita difundida pelo então companheiro. Já bastante debilitada, ela foi internada duas vezes após o uso excessivo do anestésico para animais de grande porte. Em uma delas teria sido drogada por Ademar, após ele invadir o hospital.

Após tentar defender Ademar, Audrey voltou atrás e relatou que estava se curando, na casa dos pais, e que “há muitas coisas sobre a família de Cleusimar que ninguém imagina”. Os últimos dias, ela deletou as fotos em que aparecia com o irmão e DjiDja, com quem tem uma filha. Audrey também é mãe de um menino, mas perdeu sua guarda após o pai saber do que acontecia na casa dos Cardoso.

Antes de conhecer Ademar, Audrey já havia concorrido ao Miss Amazonas e também à Rainha do Peladão, como foram a sogra e a cunhada. Por incentivo de Ademar, começou a malhar compulsivamente através de um protocolo difundido pelo ex-noivo de DjiDja, Bruno Roberto. Quando saiu do hospital, em abril deste ano, foi forçada por Ademar a seguir outro plano de exercício, orientada por Hatus Silveira, personal trainer conhecido da família. Segundo relatos do profissional, ela mal conseguia se mexer; ‘Era impossível, estava sempre chapada, todos eles. Mal conseguia controlar o peso do próprio corpo”.

Polícia investiga se esposa de irmão de Djidja foi drogada pelo marido em hospital
A jovem era submetida ao uso de substâncias entorpecentes e teve complicações após o parto.
Publicidade ENEVA
Publicidade ATEM
Publicidade TCE
Publicidade BEMOL
Publicidade UEA

Mais Recentes