Ir para o conteúdo

Estudante de Parintins é premiada na 1ª edição do Torneio de Física para Meninas

Na competição, a aluna Beatriz Fonseca foi a única aluna do amazonas a conquistar medalha

A estudante Beatriz Fonseca, da Escola Estadual (EE) Senador João Bosco, no município de Parintins (distante 369 quilômetros de Manaus), conquistou medalha de bronze, na 1ª edição do Torneio de Física para Meninas (TFM). Com o feito, a adolescente se tornou a primeira aluna da rede estadual de ensino do Amazonas a ser premiada na competição nacional.

Essa não é a primeira vez que a estudante é destaque em competições acadêmicas a nível estadual e nacional. Beatriz já se destacou em competições como a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), onde conquistou uma medalha de prata, um bronze e uma Menção Honrosa; e na Olimpíada Parintinense de Matemática (OPM), onde conquistou duas medalhas de ouro e uma medalha de prata.

Aos 17 anos, Beatriz, que cursa a 2ª série do Ensino Médio, contou que o torneio foi uma experiência nova, mesmo já tendo se destacado em outras conquistas. A estudante falou que os professores fizeram um treinamento aos sábados para ajudar os estudantes a se prepararem para a competição.

"Por ser um torneio inédito, não tínhamos certeza de como seriam as questões e o nível de dificuldade. Mas, com a ajuda dos professores e de colegas que também participaram do torneio, o resultado positivo veio e só tenho a agradecer à escola por isso", falou a aluna.

Para o gestor da EE Senador João Bosco, Sávio Gomes, esta mais nova conquista da estudante Beatriz é motivo de alegria. Segundo ele, a estudante é uma aluna bastante disciplinada e aplicada que vem, há vários anos, conquistando premiações, o que só reforça o trabalho realizado na escola e pela aluna.

"A escola está toda em festa. Ela é a única medalhista não só da escola, mas também do estado Amazonas, o que nos deixa muito orgulhosos desta conquista inédita", comemorou o gestor.

Torneio de Física

O “Torneio de Física para Meninas” é uma competição destinada a alunas do Ensino Fundamental e Médio, matriculadas em escolas públicas ou privadas de todo o Brasil. Nesta primeira edição, o torneio contou com a presença de 20 estudantes do Amazonas e quase 2 mil participantes em nível nacional.

O objetivo da competição é descobrir jovens com talento em Física, apresentá-las ao ambiente de pesquisa e estimulá-las a ingressar em instituições superiores de ensino na área de Física. A competição foi dividida em duas fases, sendo a primeira etapa de forma on-line e a segunda etapa de forma presencial.

Movimento Meninas Olímpicas

O TFM é uma das quatro competições que fazem parte do Movimento Meninas Olímpicas.

O movimento surgiu no ano de 2016, com o objetivo de aumentar a presença de mulheres em espaços estratégicos como o meio político, o empresarial e, principalmente, o científico nas áreas de STEM - Science, Tecnology, Engieering and Matematics, em tradução livre: Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática.

Visando incentivar a participação feminina em olimpíadas de conhecimento, além do TFM o movimento conta com o “Torneio Feminino de Computação”, a “Olimpíada Nacional Feminina de Química”, denominada de “Quimeninas” e o “Torneio Meninas na Matemática”.

A “Quimeninas”, assim como o TFM ,teve a sua primeira edição no ano de 2023. Já o  “Torneio Meninas na Matemática” está na 4ª edição.

Publicidade BEMOL
Publicidade ATEM
Publicidade TCE
Publicidade UEA

Mais Recentes