Ir para o conteúdo

Governo do AM vai implantar projeto de saúde e bem-estar para idosos de Parintins

Inscrições começam no dia 7 de junho, com 180 vagas

Para promover a saúde e o bem-estar das pessoas idosas, o Governo do Amazonas vai ampliar o projeto “Idoso em Movimento” para Parintins (distante 369 quilômetros da capital). A iniciativa, coordenada pela Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), foi apresentada para um grupo de idosos no bairro Paulo Correia, na semana passada, para que os futuros assistidos tenham conhecimento sobre as atividades.

A partir do dia 7 de junho, os idosos poderão se inscrever para participar do grupo “Longevidade”, que deve reunir 180 pessoas. Os encontros serão realizados no Centro de Educação de Tempo Integral (CETI) Glaucio Gonçalves, em parceria com a Secretaria de Estado de Educação e Desporto.

De acordo com a secretária adjunta de Direitos da Pessoa Idosa (Seadpi), Franciane Alves, que está à frente do projeto da Sejusc, essa é uma das pautas prioritárias do governador Wilson Lima, que garantiu a ampliação do projeto para garantir o bem-estar da terceira idade.

“A Sejusc se faz presente aqui no município de Parintins seguindo a determinação do governador em implementar o projeto ‘Envelhecer 60+’, onde um dos eixos é o 'Idoso em Movimento', que trabalha a qualidade de vida da pessoa idosa”, reiterou a secretária.

As atividades ocorrerão duas vezes por semana com atendimentos de fisioterapia, psicologia e assistência social, além de hidroginástica e saúde. Também serão oferecidas aulas de dança e educação física para trabalhar o bem-estar das pessoas idosas.

A ampliação do projeto para o município atende também um pedido da vereadora Brena Dianná, que oficiou a Sejusc, solicitando que a iniciativa fosse estendida para a Ilha Tupinambarana.

Experiência

Para a aposentada Marilene Vieira, de 67 anos, a implementação do projeto vai auxiliar tanto na saúde física quanto na qualidade de vida do idoso. Agradecida, ela diz que muitos sofrem com enfermidades e, agora, com o "Idoso em Movimento", poderão ser amparados.

“Eu gostei desse projeto porque temos passado por problemas de enfermidade e procurado muitos postos de saúde e hospitais, e, às vezes, não somos bem atendidos. Eles passam um exame e custa para ser feito, custa a receber e, com esse projeto, vai melhorar. Eu achei maravilhoso e estou muito feliz com isso”, comentou.

Cheia de entusiasmo, Marilene ainda reforça que a sua presença está confirmada nas atividades. “Eu quero participar com todos que forem chamados, eu vou estar lá, porque é uma coisa muito importante para nós. Isso é um lazer para a gente sair de casa, um estímulo para sair, para passear. Não temos isso”, disse.

Idoso em Movimento

O "Idoso em Movimento" integra o projeto "EnvelheSER 60+" e é uma repaginada do antigo "Vida e Saúde do Idoso Ativo", responsável por contribuir com a melhoria da qualidade de vida da pessoa idosa, estimulando a participação deste grupo nas ações e programas que privilegiem o envelhecimento ativo, com foco na cidadania, longevidade e inclusão social.

Além das aulas de dança e outras atividades físicas, o projeto inclui serviços de fisioterapia, assistência social e psicologia.

Publicidade ENEVA
Publicidade ATEM
Publicidade TCE
Publicidade BEMOL
Publicidade UEA

Mais Recentes